Foto: Dimas Mattos representa o Brasil no Rally Dakar 2009

Brasileiros se sentem em casa no Rally Dakar 2009

Foto: Dimas Mattos representa o Brasil no Rally Dakar 2009

Foto: Dimas Mattos representa o Brasil no Rally Dakar 2009

Equipe ASW, dos pilotos Dimas Mattos e José Hélio, tem como trunfos suporte de ponta e o conhecimento da região por onde a prova mais tradicional no calendário irá passar

O Rally Dakar migrou da África para a América do Sul, mais precisamente para as trilhas da Argentina e do Chile. E este fato possibilitou que os pilotos da equipe ASW criassem um ambiente mais do que familiar nos bastidores – o que certamente será uma vantagem na disputa. “Somos uma grande família. Nossa equipe já se conhece bastante”, comentou Dimas Mattos, piloto de moto que terá como companheiro nas trilhas o tetracampeão do Rally dos Sertões, José Hélio, além de Carlos Ambrósio e João Tagino. O utra vantagem é o fato dos brasileiros já conhecerem a região por onde o evento irá passar. O Rally Dakar será realizado entre os dias 3 e 17 de janeiro, com largada e chegada em Buenos Aires.

Os três veículos da equipe ASW sairão de São Paulo em comboio no dia 27 de dezembro. Esta será a segunda participação de Mattos no evento mais tradicional do calendário off-road. “Em 2007 eu contratei uma equipe de apoio francesa. Senti muita falta do calor dos meus amigos quando chegava no acampamento. Isso é muito importante para amenizar a pressão do rali”, explicou o paulista. Naquela ocasião, ele chegou a ser o melhor brasileiro na disputa até precisar abandonar a prova após cair e sofrer um corte na perna a dois dias da etapa final. Já José Hélio participará do Rally Dakar pela primeira vez.

Apesar disso, os dois possuem o conhecimento da região po r onde a prova irá passar, com um percurso marcado por trechos de montanhas e dunas. Desta vez, Dimas espera que nada saia errado. “Estou bem animado por conta da competição ser realizada na América do Sul. Aquele ‘medo’ que tinha do desconhecido não existe, já que conheço bem o local. Disputei três provas na região”, lembrou.

O piloto acredita que a mudança no roteiro pode ser positiva para os brasileiros e colocar um pouco em desvantagem os competidores europeus. “Para os europeus, a América é um mistério tão grande quanto a África é para nós. A região sul da Patagônia é bastante parecida com o Marrocos. A altura das dunas deve apresentar um grau de dificuldade muito grande.”

José Hélio também está bem preparado. Com poucos dias para a partida rumo a Buenos Aires ele faz os ajustes finais na moto e nos novos equipamentos. “Estas semanas têm sido muito corridas. Quando não estou correndo atrás dos preparativos, tento descansar para poupar as energias.”

O competidor está ansioso para entrar na disputa de um campeonato tão importante e que exigirá muito dos pilotos. “É uma prova diferente das outras que disputei. Tem o dobro de percurso e do tempo que estou acostumado, por isso aumentei a preparação e principalmente treinei a resistência física. Eu tinha a intenção de disputar o Dakar em 2008 até a prova ser cancelada. Será uma grande estréia”, relatou.

Além dos quatro competidores, a equipe ASW terá os seguintes profissionais: os mecânicos Jesus Francisco, Edmilson de Camargo (Cebola) e Dionísio Neto, os motoristas Antônio Cláudio Corcelli e José Mário Ambrosio, o assessor de imprensa Fernando Silvestre e o técnico em pneus da Pirelli Domenico Oliveri. Os pilotos utilizarão nas tr ilhas equipamento completo da linha ASW Podium 2009. A equipe ASW conta ainda com o apoio da Brasil Moto Tour (www.brasilmototour.com.br), Honda, Pirelli e Sax Logistica.

Sobre a ASW – Criada em 1986 pela Silva Mattos, a ASW (Aero Sport Wear) atua no segmento off-road, bike e street. A marca desenvolve roupas técnicas esportivas (calças, camisas, luvas e jaquetas), proteções (joelheiras, cotoveleiras, coletes e bermudas), capacetes e botas. Em função da excelente relação entre custo e benefício e das características de alta qualidade e tecnologia dos produtos, possui grande aceitação junto ao mercado.