Brasília – a terceira etapa do Brasileiro de Motovelocidade

Na pr¢xima semana, o circo da motovelocidade ser  montado no Aut¢dromo Internacional Nelson Piquet e os brasilienses poderÆo acompanhar, de perto, a terceira etapa do Campeonato Brasileiro da modalidade.

A partir de quinta-feira come‡am os treinos livres, que continuam na sexta e no s bado, pela manhÆ. ·s 14h de s bado, os motores roncam para os treinos cronometrados, que definem as posi‡äes para o grid de largada. A entrada ‚ gratuita para assistir aos treinos; os ingressos s¢ serÆo cobrados para as corridas, que serÆo no pr¢ximo domingo, com pre‡os que variam de R$ 5 a R$ 30 – estarÆo … venda a partir de amanhÆ na Federa‡Æo de Motociclismo do DF, no aut¢dromo e nas concession rias Honda.

As largadas estÆo marcadas para come‡ar ao meio-dia do domingo que vem. Sim, largadas, pois sÆo corridas distintas. H  quatro categorias de competi‡Æo: Supersport (600 cilindradas), 500cc, 250cc e 125cc. E esta £ltima ainda ‚ subdividida em “A” e J£nior.

Os brasilienses apaixonados por velocidade tˆm um motivo a mais para comparecer ao aut¢dromo, no pr¢ximo domingo. As £nicas trˆs meninas que disputam o Brasileiro de Motovelocidade sÆo de Bras¡lia. E nÆo existe categoria “feminina”. Elas competem com os garotos da 125cc J£nior, que re£ne os pilotos que tˆm menos de 18 anos, e mostram que sÆo competitivas.

Juliana Figueiredo, por exemplo, se tornou a primeira mulher a emplacar um p¢dio no Brasileiro, com o quinto lugar na segunda etapa, em Cascavel. As amigas Raphaela Del Bosque e D‚bora Silva, de 12 e 13 anos, completam a ala feminina.

Al‚m das meninas, outra novidade ‚ a categoria 250cc, que marca sua estr‚ia nacional em Bras¡lia. Nas duas primeiras etapas, em Curitiba e Cascavel, foram disputadas s¢ as trˆs categorias pr‚-existentes (125, 500 e 600cc).