Foto: Suzuki GSXR1000 Foto Divulgação

Buchas de qualidade, clique nas fotos, Piloto de GP, Novas Suzuki, Problemas de embreagem

Foto: Suzuki GSXR1000 Foto Divulgação

Foto: Suzuki GSXR1000 Foto Divulgação

Tenho uma Honda XR 200R 2000 e ano passado troquei a coroa, e deixei só com 3 prisioneiros pois os outros 2 estavam quebrados, achei que não teria problemas (mexânico dá nisso), mas um dia os 3 prisioneiros quebraram e levaram a ponta do cubo também. Início desse ano comprei outro cubo com buchas novas e prisioneiros novos. Para meu espanto e raiva, semana retrasada os prisioneiros quebraram mas para minha sorte não quebrou a ponta do cubo dessa vez, mas fiquei muito chateado pois tive que empurrar a moto por quase 1 km para uma oficina, cheguei atrasado no trabalho e os prisioneiso com pouco mais de 6 meses quebraram … o mecânico que arrumou me disse que se eu arranco forte ou reduzo muito isso é normal, pois as buchas desgastam e com a folga os prisioneiros sofrem e talvez buchas de prolipropileno resolvam pois duram bem mais. Minha dúvida é se eu comprei prisioneiros e buchas ruins mesmo, de repente as Honda originais são melhor, ou realmente o mecânico está certo e mesmo tendo uma moto quase de trilha de 200cc tenho que pilotar delicadamente … o que estou pensando em fazer é pegar as buchas originais que estão na roda antiga e colocar, pois pelo o que lembro que o estado delas nem se compara com o estado que estavam as buchas “novas” depois que os prisioneiros quebraram. Obrigado pela atenção e parabéns pelo trabalho. PS: Nas reportagens e matérias as fotos são muito pequenas (e tem poucas fotos), tinha que ter a opção de clicar e aparecer fotos grandes. Mas as reportagens estão ótimas. Ricardo, 23, Porto Alegre, RS.

Foto: Marcas nas peças da embreagem - Bitenca

Foto: Marcas nas peças da embreagem - Bitenca

R: Pois é Ricardo,
Essas buchas, se não tiverem a qualidade adequada fazem o cubo quebrar porque a coroa perde a referência do centro e se desgasta por demais. As antigas você não vai conseguir retirar do cubo velho sem destruí-las e cá entre nós vai sair bem mais barato comprar as originais do que um cubo novo. Esse é mais um barato que sai caro.
As fotos das matérias devem ser leves para carregarem rapidamente, essa é a intenção. Nossa área técnica vai avaliar sua sugestão para novos desenvolvimentos, obrigado. Bitenca

Por favor, sou fanático por motos e motovelocidade. Antes de tudo parabens pelo site, realmente mt bom. Tenho um sonho de ser piloto de teste ou quem sabe correr mesmo qualquer GP da vida ai. O q devo fazer? Aonde devo ir(cursos)? Gostaria de sugerir um teste ou informativo entre a haya e a kawasaki zx14. Vlw, desde já agradeço. Rudson, 23, Catalão GO.

R: Rudson, Os cursos de pilotagem normalmente são feitos em São Paulo ou no interior. Há vários cursos e se você buscar na internet vai encontrar instruções de como se inscrever. Desde que as corridas saíram de Goiânia esses cursos passaram a se desenvolver em São Paulo.
Boa sugestão de pauta a sua, anotamos para uma matéria futura. Abraços

Olá¡, pessoal do MOTONLINE! Parabénns pelo site! Estou prestes a adquirir minha primeira moto de grande cilindrada e minha pergunta é a seguinte: Já existe no mercado europeu e norte- americano uma versão nova das Suzuki GSX R-750 e GSX R-1000, conforme se pode verificar no site da Suzuki nos EUA. A J. Toledo disponibilizará esses modelos ao público brasileiro em 2010?

R: Sr. Lima, vamos ter que aguardar o pronunciamento da J.Toledo. Seus lançamentos ainda estão sob sigilo da fábrica. Mas o sãlão duas rodas está ai…Abraços,

Esta vai para o Bitenca: Minha moto, uma Fazer 250 com pouco mais de 30000 km esta com o cambio duro e impreciso. Li em revistas especializadas que cambio duro é sintoma de embreagem gasta, mesmo que a regulagem e acionamento aparentem estar normais, (ainda tenho uns 10 mm de regulagem disponíveis no regulador do cabo de embreagem do manete), óleo bom e em dia e sem patinamento da embreagem. Em outra revista, em uma analise aprofundada, escreveram a mesma coisa. Que o cambio duro da moto de teste era devido a embreagem gasta (segundo jogo em 50 000 km). Isto pode acontecer? Como? Entendo que uma embreagem gasta possa causar patinamento, mas ao acioná-la não desacoplamos do cambio? Como embreagem gasta causaria este endurecimento na mudança de marchas? Antes de gastar dinheiro com a troca da embreagem, gostaria de saber se estas informações estão corretas e entender o problema. Abraço, Medeiros, 46, São Caetano do sul, SP.

R: De fato Medeiros, alguns aspectos da embreagem desgastada atrapalham na mudança de marchas. A campana fica agarrando os discos e eles não soltam de tudo, as duas coisas acontecem. Quando os discos ficam finos acontece o que você identificou como patinamento. Por outro lado se a campana e ou o cubo interno tiverem marcas profundas nas canaletas por onde os discos trabalham eles não descolam, dificultando a mudança de marcha. São dois problemas causados pela embreagem gasta que pode permanecer agarrando se forem trocados os discos sem que seja resolvido o problema nas canaletas. Esse defeito permanece se não forem trocadas as campanas ou pelo menos retificadas as superfícies de contato dos discos. Abraços,