Foto: Billy Mackenzie, piloto Honda no Mundial de Motocross

Bulgária recebe a segunda etapa do Mundial de Motocross

Foto: Billy Mackenzie, piloto Honda no Mundial de Motocross

Foto: Billy Mackenzie, piloto Honda no Mundial de Motocross

Uma semana após a segunda fase, os maiores pilotos do Mundo seguem para mais uma grande disputa.

Depois de uma abertura chuvosa, em Faenza, na Itália, o Campeonato Mundial de Motocross segue para a segunda etapa, em Sevlievo, na Bulgária este final de semana (04 e 05). A categoria MX1 é liderada por Tanel Leok, vencedor da primeira fase. Na MX2, a ponta segue com Gautier Paulin. Os treinos têm início no sábado e as corridas no domingo.

Clement Desalle, da equipe LS Motors Honda, garantiu um lugar no pódio em Faenza e ocupa o terceiro lugar na classificação da MX1. O piloto segue com força total na busca de mais um bom resultado para se manter entre os primeiros.

O francês Marvin Musquin, do Team NGS Honda, teve um sólido começo na temporada com o terceiro lugar em Faenza. O resultado deixou o francês e sperançoso na busca de um ano promissor.

O Brasil está acompanhando toda a expectativa da disputa do Campeonato Mundial de Motocross. Isto porque, este ano, o país irá receber o encerramento da competição, no Honda GP Brasil. A cidade de Canelinha, em Santa Catarina receberá o evento no dia 13 de setembro.

A movimentação para que toda a estrutura esteja montada até a data da competição já começou. Até lá, pista, hospedagem e tudo o que é necessário para abrigar o circo da maior competição de motocross do Mundo.