Foto: Com melhor estrutura, Mari espera entrar na briga pelo título

Buscando o título, Mariana Balbi estreia este fim de semana no WMA

Foto: Com melhor estrutura, Mari espera entrar na briga pelo título

Foto: Com melhor estrutura, Mari espera entrar na briga pelo título

A piloto Mariana Balbi, da equipe 2B Duracell Racing, estreia este fim de semana (dias 22 e 23 de maio) no campeonato feminino de motocross mais difícil do mundo, o WMA. Mais experiente e com melhor estrutura, a mineira aposta em uma boa temporada e na briga pelo título.

“Este ano, estou competindo com uma boa estrutura aqui nos EUA e estou com tempo para treinar, me adaptar e conhecer as pistas. Além disso, já conheço mais as minhas adversárias, já sei o nível delas e o que tenho que fazer se quiser brigar pelo campeonato”, afirmou a piloto.

Mariana está nos EUA desde o início de abril, se preparando para a competição. Nos anos anteriores, a brasileira teve como melhor resultado final a quinta colocação, por dois anos consecutivos. A mineira é a única mulher a competir profissionalmente fora do Brasil e com resultados muito expressivos: foi a primeira mulher do mundo a pontuar em uma etapa do Campeonato Mundial de Motocross, a primeira brasileira a vencer uma prova do Brasileiro de Motocross e a primeira a representar o Brasil no WMA.

Em 2010, Mari espera continuar fazendo história e se tornar a primeira brasileira a vencer uma etapa da competição. Para isso, terá que bater grandes adversárias como as norte-americanas Jessica Patterson e Ashley Fiolek.

“Desde o início da minha carreira, venho sempre quebrando recordes e, este ano, meu principal foco é o WMA. Tenho adversárias muito fortes e sei que a disputa vai ser muito grande. Espero, se Deus quiser, conseguir algumas vitórias nesta temporada”, afirmou a piloto da 2B Duracell Racing.

Este ano, a equipe 2B, sensação do motocross nacional, fechou uma parceria com a equipe americana oficial MotoConcepts Yamaha, que vai oferecer uma estrutura de ponta para Mariana Balbi. Ela fica nos EUA até o dia 11 de setembro, quando participa da última etapa da competição. Depois disso, retorna ao Brasil para participar do Campeonato Brasileiro de Supercross. A Equipe 2B Duracell Racing tem o patrocínio de Gilette, Ariel, Mobil, i9/Coca-Cola, Mormaii, Café Fino Grão e Mart Plus. Os patrocinadores/fornecedores são NFS, NEYFA, Pirelli, All Sign e L’aquila.