Foto: Thiago Formehl, piloto do Team Honda na categoria 85cc

Cachoeiro do Itapemirim recebe etapa decisiva do Campeonato Brasileiro

Foto: Thiago Formehl, piloto do Team Honda na categoria 85cc

Foto: Thiago Formehl, piloto do Team Honda na categoria 85cc

Principais pilotos do cenário nacional aceleram neste final de semana na cidade capixaba; Team Honda quer manter a liderança nas categorias MX1, MX2 e MXJr, além de estar de olho no título da 85cc

O Campeonato Brasileiro de Motocross vai pegar fogo em Cachoeiro do Itapemirim (ES), com a realização da sétima – e penúltima – etapa da competição. Os principais pilotos do cenário nacional aceleram neste final de semana, dias 15 e 16. O Team Honda está confirmado na disputa e tem como objetivo manter a liderança nas categorias MX1 e MX2, com o goiano Wellington Garcia, e MXJr, com o paulista Rodrigo Rodrigues. Além disso, a equipe vermelha está de olho na ponta da tabela da classe 85cc, na qual o mato-grossense Thiago Formehl segue firme na briga pelo título. O evento reúne ainda as classes MX3, CRF230, 65cc e 50cc.

Depois da sexta etapa, realizada em Sonora (MS), as disputas entre os primeiros colocados ficaram ainda mais acirradas. Na MX1, Wellington Garcia possui 130 pontos no ranking geral – apenas dois a mais que o segundo colocado, João Paulo -Marronzinho-. -Vou focar muito na categoria MX1, porque a disputa está bem apertada. Vou tentar de tudo para fazer uma boa largada-, antecipou Wellington.

O mineiro Swian Zanoni também confirmou presença na bateria, que terá desfalques do Team Honda: Marcello Lima -Ratinho-, que fraturou o pulso, e Jean Ramos, com o antebraço machucado. Os dois sofreram estas lesões nas últimas semanas e estão em recuperação. Leandro Silva, que estava fora das competições há dois meses por conta de uma cirurgia no pulso, será poupado. -Conversei com a equipe e ficou decidido que eu me resguardasse para a disputa da etapa brasileira do Mundial de Motocross-, contou o paranaense, referindo-se ao Honda GP Brasil, marcado para o dia 13 de setembro em Canelinha (SC).

MX2 – A situação de Wellington Garcia é mais tranqüila na MX2, na qual possui 147 pontos. Jean Ramos, com 121, aparece em segundo lugar, seguido por Pipo Castro (114) e Swian Zanoni (100). -Mesmo se o Jean não estivesse fora, eu tenho uma boa vantagem e só preciso administrar. Com uma boa largada, certamente vou chegar na final ainda mais perto do título-, apostou Wellington.

Swian Zanoni quer subir degraus na classificação geral. -Vou dar o máximo de mim e tentar a vitória nas duas categorias que participo-, disse o mineiro, totalmente recuperado da queda que sofreu durante a disputa do Arena Cross, no dia 1º de agosto. Thales Vilardi e Dudu Lima também prometem força máxima n a MX2 em Cachoeiro do Itapemirim.

MXJr – Rodrigo Rodrigues abriu uma vantagem de 10 pontos perante o segundo colocado na MXJr, o companheiro de equipe Gustavo Takahashi: 128 a 118.-Espero fazer uma boa prova e manter a tranquilidade, para evitar quedas e qualquer tipo de lesão. Quero abrir ainda mais esta vantagem para a etapa final-, explicou Rodrigo. A última etapa do Brasileiro está marcada para os dias 29 e 30 de agosto, em Nova Friburgo (RJ). Hector Assunção, em terceiro lugar com 113 pontos, também irá alinhar no gate.

85cc – Na 85cc, o mato-grossense Thiago Formehl continua vivo na briga pelo título. Ele está em segundo lugar com 107 pontos, próximo ao líder Endrews Armstrong, que soma 113. Everaldo Filho está em terceiro lugar (96 pontos), na frente de Cézar Zamboni (91 pontos).

O Team Honda tem apoio da Mobil, Pirelli, Showa, ASW, Polisport, Riffel, Oakley, Orbital, D.I.D., NGK, Master Freios, Pro Taper, Reebok, Griffe Correa e Yoshimura.