Campanha “Não morra no trânsito” começa em Belo Horizonte (MG)

Evento acontece paralelo à Semana Nacional do Trânsito

Amanhã, 17 de setembro, a partir das 11 horas, a Praça da Savassi será palco da campanha “Não morra no trânsito” que acontece paralela à Semana Nacional do Trânsito. A campanha, realizada pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH) e o Centro de Desenvolvimento Lojista Jovem de Belo Horizonte (CDL Jovem) tem como público alvo pessoas da faixa etária entre 20 e 29 anos, que segundo o Sistema de Informações sobre Mortalidade da Confederação Nacional de Municípios (CNM) correspondem ao maior número de vítimas de acidentes de trânsito, em sua maioria provocada por excesso de bebida alcoólica, imprudência, negligência, falta de atenção, confiança exagerada e más condições dos veículos.

As ações envolvem orientação de pedestres e motoristas por meio de teatro com educadores de trânsito da BHTrans, vistoria gratuita dos itens básicos de segurança do veículo (estado dos pneus, faróis, lanternas traseiras e itens de segurança), exposição de um veículo sinistrado pendurado por um guindaste e abordagem noturna nos bares da região.

Programação:
• Abordagem educativa – durante os intervalos do semáforo, educadores de trânsito da gerência de educação da BHTrans e voluntários do CDL Jovem orientarão pedestres e motoristas sobre os direitos e deveres no trânsito. Haverá distribuição de kits contendo sacola de lixo para carro, adesivos e folder.
o 17/09 – de 11 às 14 horas na avenida Getúlio Vargas com Cristóvão Colombo

• Blitz vistoria gratuita – motoristas contarão com vistoria gratuita dos itens básicos de segurança do veículo que será realizada pela Aliança Veículos.
o 17/09 – De 11 às 14 horas na rua Pernambuco com Getúlio Vargas

• Vitrine educativa – veículo sinistrado pendurado por um guindaste ficará exposto em via pública.
o Das 8 horas do dia 17 às 19 horas do dia 24/09 – avenida Getúlio Vargas com Cristóvão Colombo

• Abordagem noturna – distribuição de kits e material informativo em bares da região da Savassi
o Dia 17/09 – de 19 às 21 horas
o Dia 18/09 – de 21 às 24 horas

Alguns números
• Principais causas dos acidentes de trânsito
o Dirigir em alta velocidade
o Desrespeitar a distância mínima entre veículos
o Não usar o cinto de segurança (30% dos feridos em colisões estavam no banco de trás)
o Dirigir falando ao celular
o Dirigir sob efeito de álcool (59% das vítimas fatais de acidentes em Belo Horizonte nos últimos anos estavam alcoolizadas)
o Atravessar a rua fora da faixa de pedestres
o Desrespeito à sinalização
o Estresse, cansaço e desatenção
• De 2000 a 2007 as mortes masculinas giraram em torno de 80% dos óbitos totais
• As mortes segundo a idade das vítimas mostram que, de 2000 a 2007, o grupo mais numeroso é o da faixa etária dos 20 aos 29 anos. Em seguida vem o grupo da faixa dos 30 aos 39 anos.
• Uma média de 30% dos acidentes de trânsito são atropelamentos de pedestres por veículos
• Os acidentes envolvendo motos estão aumentando a cada ano, pulando de 9% do total de acidentes em 2000 para 22% dos acidentes em 2007.
Fontes: BHTrans e CNM