A expectativa é de que 25 mil pessoas compareçam ao autódromo paulistano.

Campeões do Pirelli Mobil SuperBike começam a ser conhecidos domingo

A expectativa é de que 25 mil pessoas compareçam ao autódromo paulistano.

A expectativa é de que 25 mil pessoas compareçam ao autódromo paulistano.

Neste domingo, 19, Interlagos, em São Paulo, recebe a quinta etapa do Pirelli Mobil SuperBike. Esta será a penúltima prova da temporada. Para os quase 150 pilotos que entrarão na pista, um bom resultado pode significar uma mão na taça. A expectativa é de que 25 mil pessoas compareçam ao autódromo paulistano.

SuperBike Pro AM – Adas é o piloto a ser batido
Com 100 pontos e três vitórias em quatro provas, Fábio Adas (#300), da Original Motorcycle, é líder isolado do Pirelli Mobil categoria Pro Am. A 20 pontos de Adas aparece Ivan Gouvea (#38), da TNT Suzuki Maxima. Ele é uma das revelações da temporada 2011, tendo subido ao pódio em todas as etapas do campeonato até aqui. Michel Kiwi (#171), da Oficina Racing One, é o terceiro, com 66. Gustavo Billy (#27), da Dyno Mania, e Marcelos Moraes (#192), da Cadco S/A, são quarto (62) e quinto (57), respectivamente.

SuperBike Master – Quatro candidatos ao título, quem leva?
Apenas 19 pontos separam o primeiro lugar, Ricardo Gornati (#99), da Gornati Race, do quarto colocado, Levy Mendes Lopes (#59). Com 52 pontos ainda em disputa, não há como arriscar quem será o campeão do Pirelli Mobil SuperBike na categoria Master. Gornati tem 95 pontos. Em segundo vem Marcelo Moraes (#192), da Cadco S/A, com 87; seguido de perto por Paulinho Gabriel (#72), da TNT Suzuki Maxima, 86.

SuperBike Pro Estreante – Todos contra Pelosini
Vencedor da última etapa e líder absoluto na categoria Pro Estreante, Ricardo Pelosini (#19), da Boi Racing, está com 93 pontos. No entanto, o título de Pelosini não está tão fácil assim. Para se ter uma ideia de como está acirrada a briga pelo título, nas quatro etapas já realizadas, tiveram três diferentes pilotos vitoriosos. Wado Gomes (#41), da Solo Motos, é o segundo, com 76 pontos. Com 73 pontos e duas vitórias no campeonato, Bruno Silva (#18), da Target Racing, aparece em terceiro, 73. Mauro Thomassini (#5), da Motom, é o quarto (58) e Diego Pretel (#44), da Bergamine, fecha a lista dos cinco primeiros, com 44 pontos.

Copa Kawasaki Ninja 250 R – Só Andrade (#43) tira o título de Oliveira (#82)
Depois de vencer a última etapa nos últimos metros da prova, com diferença de 29 milésimos, Matheus Oliveira (#82), da equipe 111, é mais líder do que nunca. O piloto tem 96 pontos. Carlos Andrade (#43), da Procomps, com 80 pontos, é concorrente direto de Oliveira na busca pelo título. Gustavo Carreira Gil (#46), da Stop Aço, está em terceiro, 65. Em quarto e quinto lugares aparecem Giuliano Casarini (#18), da Casarini Kawasaki, com 50, e Augusto Ayres Cuca (#11), da Andorra Kawasaki, 49.

Copa Kawasaki Ninja 250 R Light – Apenas um ponto separam os líderes
Dos 24 pilotos do grid, a briga pelo título do Pirelli Mobil SuperBike na categoria 250 R Light parece que vai ficar entre Mauricio Prado (#12), da Lalo Motor, e Alex Schultz (#22), da Schultz Racing Team. Um pontinho separa Prado (88) de Schultz (87). Em terceiro, está André Paiato (#44), da Contabilidade Cosel, com 67. Apesar de 21 pontos, Paiato foi o vencedor da última etapa e promete repetir a dose no domingo.

600 SuperSport – Regularidade pode dar título a Dudu Costa Neto (#117)
Apesar de ter três vitórias em quatro corridas, Marcos Nishimoto (#41), da Motonil, não é o líder na categoria 600 SuperSport. Ele aparece seis pontos atrás de Dudu Costa Neto (#117), da Mobil Rush Team, que subiu ao pódio em todas as quatro etapas e tem 85 pontos. Em terceiro vem Sergio Laurentys (#72), também da Mobil Rush Team, com 72 pontos. Marcello Brasil (#24), da Target Race, é o quarto, com 62.

600 SuperSport Pro AM – Muitos candidatos, um só campeão
Talvez a categoria em que a disputa está mais acirrada é a 600 SuperSport Pro Am. Empatados na primeira posição com 77 estão Pedro Henrique Sala (#115), da Simohara Motorcycle, e Fábio Brant (#33), da Motom. Os dois são perseguidos de perto por Pedro Gonçalves (#12), da Dia-frag Racing, 71 pontos. Thiago Volpato (#88), da Alemão Pneus, é o quarto, 67.

SuperBike Pro Am Light – O título já tem dono?
Com duas vitórias em quatro corrida, Edson Vandr (#4), da Dyno Mania, lidera a categoria Pro Am Light, com 92 pontos. Atrás dele vem Wellington Vieira (#62), da Completo Alimentos, com 76. Dois pontos a menos está Eduardo Duller (#20), da Gigante Racing Team. Rodrigo Espinha (#21), da Keep Riders Racing, com 55 pontos, e Carlos Rothier (#7), da Carlos Rothier Clínica, com 47, fecham os cinco primeiros.

250cc Multimarcas – Teodoro (#1) a um passo do título
Com 94 pontos, 23 a mais que o segundo, Lukinhas Teodoro (#1), da ST Racing, está muito perto do título. Para impedir a conquista antecipada, Marco Antônio (#18), da SKW7, segundo colocado, precisa da vitória no domingo. Sergio Gaeta (#627), da Gaeta Preparações, está em terceiro, 65 pontos. Adriano Mac Money (#646), vencedor da última etapa, é o quarto, com 63. Em quinto aparece Josué Borba (#52), da Coop Home, 44.

135cc Classic – Baccarin (#39) quer acabar com a festa de Fuser (#74)
Com três vitórias e todas as pole position das quatro etapas, Maicon Fuser (#74), da Cerrano Racing, é o piloto a ser batido. Ele está em primeiro, com 101 pontos. Em segundo está Eduardo Baccarin (#39), da Gaeta Preparações, com 87.

O SuperBike Series tem a realização da MotoSchool. Patrocínio de Pirelli, Mobil, Kawasaki, Alemão Pneus, Dia-Frag, TNT Energy Drink, Alpinestars, Brembo, Shark. Apoio da Prefeitura da Cidade de São Paulo, São Paulo Turismo e ESPN Brasil.