Campeonato de Pipas da Bandeirantes Energia é sucesso em Itaquaquecetuba(SP)

Campeonato de Pipas da Bandeirantes Energia é sucesso em Itaquaquecetuba(SP)

Campeonato de Pipas da Bandeirantes Energia é sucesso em Itaquaquecetuba(SP)

Mais de três mil pessoas compareceram ao Parque Ecológico de Itaquaquecetuba, no último domingo, 22, para prestigiar o Campeonato de Pipas promovido pela Bandeirante Energia, empresa do Grupo EDP Energias do Brasil.

Todos os participantes receberam kits da Bandeirante com gibis, revistas e folhetos educativos, além de pipas, linhas e rabiolas. Também concorreram a sorteio de brindes, e os vencedores do campeonato foram homenageados e premiados.

Estavam presentes no evento o Secretário de Esportes de Itaquaquecetuba, Sr. Laudelino Felix dos Santos, todo o efetivo da Secretaria de Esportes, alguns Vereadores da cidade, além do Corpo de Bombeiros, Defesa Civil, SAMU e Guarda Civil Municipal.

Apesar do forte calor, o evento transcorreu perfeitamente, com muita animação.

“Os acidentes com pipas costumam aumentar em épocas de férias e feriados prolongados. Por isso, a Bandeirante desenvolve esse trabalho de conscientização, desde 2001, buscando alertar crianças e adultos acerca dos perigos de empinar pipas próximo à rede elétrica”, disse Vanessa Caubianco, da Gerência de Comunicação da Bandeirante Energia.

DICAS:
Por que empinar pipas longe da rede elétrica?
O perigo começa quando materiais condutores de energia são utilizados na construção das pipas ou quando estas são empinadas próximo à rede elétrica. Em 2008, a Bandeirante contabilizou mais de quatro mil ocorrências envolvendo pipas nos fios da rede elétrica, metade delas só nos meses de férias.

Os danos são provocados pelo rompimento de fios e pelo desligamento automático dos circuitos (que possuem dispositivo de segurança contra intervenção de objetos na rede).

Um simples “lança-gato” (pedra presa a uma linha) ou qualquer outro objeto condutor de energia pode ser fatal durante o resgate de uma pipa. Um acidente elétrico pode deixar seqüelas como queimaduras (de primeiro, segundo ou terceiro grau), amputação de membros e até causar a morte.

O uso de cerol (pó de vidro com cola) oferece mais um risco: ele corta a camada de borracha que reveste os fios de alumínio ou de cobre, criando a situação de transferência de corrente elétrica. Invadir Estações Transformadoras de Distribuição (ETDs) para recuperar pipas e usar finos fios metálicos para empinar os papagaios são outras atitudes que devem ser coibidas pelos responsáveis.

Acompanhe os próximos eventos: Dia 14/03/2009, às 10h
Onde: Praça de Eventos de Poá (Av. Antonio Massa, 150 – Centro)

Dia 21/03/2009, às 10h
Onde: Praça de Eventos de São Sebastião