Capitais brasileiras terão contadores de vítimas da violência no trânsito

Em linha com as decisões e ações globais para 2011 a 2020, período proclamado pela ONU (Organização das Nações Unidas) como a Década de Ações pela Segurança no Trânsito, o movimento Chega de Acidentes instalará, nas capitais do Brasil, totens com um contador que estima o número de vítimas de acidentes de trânsito. O Brasil ocupa o quinto lugar no mundo em relação ao número de fatalidades no trânsito, atrás apenas da Índia, China, Estados Unidos e Rússia, segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde). A iniciativa tem o objetivo de chamar a atenção da sociedade e das autoridades para o grande número de fatalidades no trânsito e a emergência da criação e implantação de um Plano Nacional de Segurança Viária no Brasil.

As instalações dos totens fazem parte das ações do Chega de Acidentes para a data oficial de início da Década pelo mundo – 11 de maio. O movimento foi criado em 2009, pela ABRAMET (Associação Brasileira de Medicina de Tráfego), AND (Associação Nacional dos Departamentos de Trânsito), ANTP (Associação Nacional de Transportes Públicos), e CESVI BRASIL (Centro de Experimentação e Segurança Viária). A Seguradora Líder DPVAT,  responsável pela administração do seguro DPVAT (que indeniza vítimas de acidentes de trânsito no país), além de apoiadora do movimento, viabilizou a criação dos totens.

No próximo dia 11 de maio será inaugurado o totem de Goiânia (GO) e o evento contará com a presença do governador de Goiás, Marconi Perillo e de André Horta, analista de segurança viária do CESVI BRASIL, além de outros representantes de órgãos e empresas do mercado de seguros. O totem de Manaus (AM) será instalado no dia 16 de maio e ainda em maio será a vez de Curitiba (PR). Recife (PE) receberá seu totem em junho e o projeto ainda prevê a instalação de totens em Belo Horizonte (MG), Porto Alegre (RS) e Brasília (DF).

Nos totens, os contadores estimam o número de vítimas fatais e internações utilizando, o período inicial de lançamento do Chega de Acidentes (18/09/09), dados de mortalidade e morbidade (feridos internados) decorrentes de acidentes de transporte terrestre, do Ministério da Saúde, para o ano de 2007.