Campano depende somente de seu próprio desempenho para conquistar o título na principal categoria da Superliga Brasil de Motocross 2012

Carlos Campano decide título da MX Pró na Superliga Brasil de Motocross 2012

Campano depende somente de seu próprio desempenho para conquistar o título na principal categoria da Superliga Brasil de Motocross 2012

Campano depende somente de seu próprio desempenho para conquistar o título na principal categoria da Superliga Brasil de Motocross 2012

Carlos Campano está muito próximo de conquistar o primeiro título nacional para a Yamaha Grupo Geração Monster Energy Circuit nesta temporada de 2012. Líder da categoria MX Pró com 235 pontos, ele depende somente de seu próprio desempenho na etapa final da Superliga Brasil de Motocross que será disputada em Penha, Santa Catarina, neste fim de semana, 14 e 15 de julho.

Com 29 pontos de vantagem para o segundo colocado, Adam Chatfield, o piloto da Yamaha Grupo Geração Monster Energy Circuit pode assegurar o título já na primeira bateria da sexta rodada.  Para isso, Campano precisa  manter uma diferença superior aos 25 pontos que serão disputados na segunda corrida. “Vou tentar garantir o título na primeira bateria, mas se isso não acontecer, estou preparado e tranquilo para buscar a conquista na segunda corrida”, avalia o espanhol.

Os números apontam o domínio de Carlos Campano na Superliga Brasil de Motocross 2012. Dos 250 pontos disputados nas cinco etapas realizadas até o momento, o espanhol perdeu somente 15, e isso lhe confere um aproveitamento de 94% no campeonato. Mas, o piloto quer deixar o favoritismo de lado.

Campano regressou ao Brasil na quarta-feira, 11 de julho, depois de visitar seus pais na Espanha. A viagem serviu para o piloto se recuperar do momento difícil que vivenciou nas últimas semanas com o acidente fatal envolvendo João “Marronzinho” Paulino. “Preferi ir para a Espanha descansar e me concentrar. Voltei tranquilo e com muita vontade de andar de moto”, comenta.

A Yamaha Grupo Geração Monster Energy poderá contar também com o retorno de Gabriel Gentil às pistas na categoria MX2. O piloto de Florianópolis se recupera do acidente sofrido em abril, e aguarda a liberação médica para competir diante de sua torcida em Santa Catarina. “Fiz minha inscrição para a prova e até sexta-feira (13), voltarei ao médico para que ele avalie minha situação. Já estou treinando com moto há algum tempo e não sinto dor”, comemora.

João Ribeiro ocupa o sétimo lugar na classificação da MX2 e quer terminar o campeonato entre os cinco melhores colocados. Porém, ele sabe que a tarefa é difícil. “Voltei a treinar nesta semana, mas sinto que não perdi o ritmo e estou com muita vontade de voltar a andar. Porém, sei que a luta por chegar à quinta posição é bem difícil”, completa Ribeiro.

Classificação:

MX Pró
1) Carlos Campano – 235 pontos
2) Adam Chatfield – 206 pontos
3) Antonio Balbi Júnior – 192 pontos
4) Wellington Garcia – 168 pontos
5) Leandro Silva – 147 pontos

MX2
1) Hector Assunção – 216 pontos
2) Eduardo Lima – 210 pontos
3) Thales Vilardi – 206 pontos
4) Rafael Faria – 191 pontos
5) Anderson Amaral – 150 pontos
7) João Ribeiro – 112 pontos
15) Gabriel Gentil – 44 pontos

Conheça o Grupo Geração acessando o site www.portalgeracao.com.br.

A equipe é patrocinada por Yamaha, Grupo Geração, Monster Energy e Circuit, com co-patrocínio de Yamalube, Mormaii, ProX, Yoshimura, Rinaldi, Pirelli e Vaz.