Carnacross em Três Ranchos reuniu mais de 250 pilotos

Carnacross em Três Ranchos, teste de nervos

O titulo justifica os dois dias de Carnacross em Três Ranchos, ainda mais agora que está de volta a prova mais tradicional do Motocross Goiano. A grande novidade foi o novo local da pista, em frente ao Ranchão do Lago Azul, dentro de parte do leito seco do lago Azul, local que ofereceu uma visão total da pista e estacionamentos para o grande publico que prestigiou o evento, amplo espaço para os boxes, área de som automotivo, camping, áreas de alimentação, tudo perfeito para um carnaval tranqüilo porém cheio de emoções.

Carnacross em Três Ranchos reuniu mais de 250 pilotos

Carnacross em Três Ranchos reuniu mais de 250 pilotos

Os pilotos e suas equipes tiveram uma pista com subidas e descidas características da modalidade, pois a topografia acidentada com diversos níveis do terreno ofereceu uma pista com ótimo índice técnico e de dificuldade. Com extensão de 1.200 metros não ofereceu situação de risco em nenhum ponto e o resultado foi um evento sem nenhum acidente além de pequenas quedas sem consequências.

Com a participação de pilotos de Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso, Tocantins, São Paulo, Distrito Federal, Pará e Amazonas, dentre outros, o evento contou com mais de 250 participantes.

RESULTADOS:

Nacional B – vitoria do paulista Ernani Lee Rocha Teixeira, seguido de Raulff Nunes, Remulo Carlos Maluf, João Augusto e Abdeman Ferreira da Silva.

Estreantes – o vencedor foi Adeval Junio Silvério Pinto, seguido de Odilon Ribeiro Junior, Wellington Pereira da Silva, Tony Robson Mota Junior e Sebastião Pereira Sousa Filho.

MX2 – os melhores foram Wellington Garcia Matos, Lucas Fernando Bottcher Frazão, Kioman de Jesus Muñoz, Régio Antonio da Costa Filho, Heber Tomaz da Silva, Leandro Davids Araujo, Wolney Ferreira de Lima, Kurt Rudolf Feichtenberger, Risaldo Caetano do Carmo e Rafael Maia.

Junior –  vencedores Matheus Klysman de Oliveira, João Antonio Marcelino Lino (do TO), Vinicius Ferreira de Amorim, Keven Willian Ikeda Ramos e Marcus Henrique Dias Lera.

MX3 – os melhores foram Wolney Ferreira de Lima, Risaldo Caetano do Carmo, Rodrigo Siqueira de Carvalho, Wisley Alves e Avenir Alves Vilela Neto.

65cc – os vencedores foram Keven Willian Ikeda Ramos, Luis Eduardo Martins de Sousa, João Ricardo Alves Rodrigues, Alexandre Galdino Filho e Ricardo Luis Ikeda Ramos.

Intermediaria – com a renovação dos pilotos que vieram das categorias menores (Estreantes, Nacional e 85cc) as disputas nesta categoria anunciam uma temporada de destaques e crescimento para muitos pilotos. Os vencedores foram Matheus Klysman de Oliveira, João Antonio Marcelino Lino, Lucas Publio Ferreira Salviano, João Vitor Rodrigues Caixeta e Johnatan Emerson Tiradentes (de Manaus).

50cc –  os primeiros foram Luis Eduardo Martins de Sousa, Gregory Oigres Alves Mota (de Manaus) Ricardo Luis Ikeda Ramos, João Mauricio Torres e Gustavo Maurício Torres.

MX1 – os vencedores foram Wellington Garcia Matos, Lucas Fernando Bottcher Frazão, Wolney Ferreira de Lima, Régio Antonio da Costa Filho, Leandro Davids Araujo (do Pará), Heber Tomaz da Silva, Kurt Rudolf Feichtenberger, Risaldo Caetano do Carmo, Rafael Maia e Rodrigo Siqueira de Carvalho.

A prova serviu de aquecimento para o inicio dos dois principais campeonatos que os pilotos deverão disputar em 2014, o Campeonato Goiano de Motocross que começa em 23 de março em Inhumas situada bem próxima a Goiânia e também o Campeonato Brasileiro de Motocross que começa dia 13 de abril em Três Lagoas (MS).