Projeto Baja SAE é o primeiro e um dos programas estudantis de maior sucesso no País

Carros construídos por estudantes chegam a Piracicaba para a Baja SAE BRASIL-PETROBRAS

Projeto Baja SAE é o primeiro e um dos programas estudantis de maior sucesso no País

Projeto Baja SAE é o primeiro e um dos programas estudantis de maior sucesso no País

67 carros off road construídos por mais de mil universitários, de 59 instituições de ensino, de 14 Estados e DF, serão avaliados esta semana por juízes da indústria

Nesta quinta-feira, dia 24, a cidade de Piracicaba, interior de SP, receberá 67 carros off road, projetados e construídos por cerca de 1,2 mil futuros engenheiros, de 59 instituições de ensino, de 14 estados brasileiros, além do Distrito Federal. Os Baja SAE irão disputar até domingo, 27, a 17ª Competição Baja SAE BRASIL-PETROBRAS, no Esporte Clube Piracicabano de Automobilismo (ECPA).

Ao final da competição, as equipes das três instituições representadas que alcançarem as melhores pontuações, na soma geral das provas estáticas e dinâmicas, ganham o direito de representar o Brasil na Baja SAE Kansas, de 26 a 29 de maio deste ano, em Pittsburg, Kansas, EUA, onde participam mais de 90 equipes de vários países. O Brasil é tetracampeão na competição internacional.

Na quinta-feira, a competição começa ao meio-dia, com os carros submetidos à inspeção técnica e de segurança, e verificação do motor, aplicadas por juízes das principais indústrias automotivas. Na sexta-feira, as provas começam às 8h e prosseguem até as 18h. No sábado, além de provas estáticas e apresentação de projetos, os carros fazem testes de aceleração, velocidade máxima, tração e suspension/traction (manobrabilidade radical).

Das 67 equipes inscritas, 21 são de São Paulo. Rio de Janeiro conta com oito equipes e o Rio Grande do Sul sete. Paraná, Santa Catarina e Minas Gerais têm cinco representantes cada, enquanto a Paraíba e Pernambuco contam com quatro equipes cada, seguidos do Ceará e Bahia, com duas equipes. Já o Espírito Santo, Sergipe, Rio Grande do Norte, Mato Grosso e Distrito Federal possuem uma equipe inscrita cada (ver lista das equipes).

Vitrine de talentos – O Projeto Baja SAE é o primeiro e um dos programas estudantis de maior sucesso no País voltado à capacitação de futuros engenheiros, no qual estudantes são envolvidos em caso real de desenvolvimento de um veículo em todas as ações correlatas. Além de praticarem os conceitos teóricos adquiridos em sala de aula, os participantes são submetidos a experiências da vida real, como trabalho em equipe, atendimento de prazos, busca de suporte financeiro para o projeto e diversas atividades, muitas delas em áreas não exploradas nos cursos regulares, mas que estimulam a criatividade e a liderança.

Reconhecida pelas principais empresas da área da mobilidade do País, como celeiro de novos talentos da engenharia brasileira, a competição realizada pela SAE BRASIL, desafia os universitários a projetarem, buscarem patrocínios e construírem os veículos off-road de acordo com o regulamento da competição, disponível no site da SAE BRASIL – http://www.saebrasil.org.br/eventos/ProgramasEstudantis/site/baja2011/index.html

Veículos – Os Baja SAE são protótipos de estrutura tubular em aço, monopostos, para uso fora-de-estrada, com quatro ou mais rodas e devem ser capazes de transportar pessoas com até 1,90m de altura, pesando até 113,4 kg e motor padrão de 10 HP. Os sistemas de suspensão, transmissão, freios e o próprio chassi são desenvolvidos pelas equipes, que têm, ainda, a tarefa de buscar patrocínio para viabilizar o projeto.

O engenheiro Vagner Galeote, presidente da SAE BRASIL, aponta que as competições estudantis promovidas pela entidade desafiam os estudantes no que toca às habilidades mais desejadas pelo mercado nos profissionais da engenharia. “Os jovens aprendem a trabalhar em equipe, concebem, constroem e testam o projeto, tudo dentro das rígidas regras da competição”, conta Galeote.