Foto: Lander nova ou XT 600 usada?

Cartas Técnicas: qual, óleo, embreagem, vela etc

Foto: Lander nova ou XT 600 usada?

Foto: Lander nova ou XT 600 usada?

Biagio, por favor, o que compensa mais, em se tratando de custo de manuten‡Æo, uma XT 600 ano 2002 bem conservada ou uma Lander com suas manuten‡äes na concessionaria?. procurei essas informa‡äes no forum, mas nÆo encontrei a resposta … Estou em duvida em qual moto adquirir, quero uma moto de cilindrada maior que 250 cc, porem imagino que terei muitos problemas com uma XT 600 2002 e estou disposto a pagar ate o valor de tabela desta. Sera que terei de me conformar com a Lander? E Falcon, apesar de estar entre as 250 e 600, e nÆo ser exatamente trail, que ‚ o que aprecio, esta fora de questÆo.
Eduardo – SÆo Paulo
A Lander ‚ mais econ“mica e muitas de suas pe‡as de reposi‡Æo sÆo mais acess¡veis do que a XT 600, al‚m de ter 12 meses de garantia se adquirida zero quil“metro. A Lander conta ainda com o sistema de inje‡Æo eletr“nica de alimenta‡Æo.

àleo
Biaggio! A Minha d£vida ‚ a seguinte: 1§: Ou‡o sempre falar q o ¢leo sint‚tico ‚ melhor q o mineral, se sim, quais esses benef¡cios? 2§: Tenho uma Yamaha Neo, como ela nÆo possui o cambio q utiliza o mesmo ¢leo do motor como as demais motos, nÆo seria vantajoso usar o ¢leo sint‚tico em vez do mineral?
Fernando – Campo Grande – MS
O ¢leo sint‚tico possui um alto ¡ndice de viscosidade, baixa volatilidade, alta resistˆncia a oxida‡Æo, entre outros fatores. Para manter o motor limpo, o ¢leo deve manter em suspensÆo as impurezas que nÆo ficam retidas no filtro de ¢leo, assim evita que estas impurezas fiquem depositadas no motor, desta forma o ¢leo fica escuro e o motor limpo, esta atividade ‚ melhor realizada pelos ¢leo sint‚ticos devido a qualidade de suas propriedades. No geral, seu uso nÆo ‚ recomendado para o motor de motocicletas, pois utilizam o mesmo ¢leo para lubrificar o sistema de embreagem. A Neo, por nÆo possuir este sistema interno ao motor, pode utilizar um ¢leo com melhor propriedade anti-atrito, por‚m nÆo ‚ necess rio e esta medida acarreta em um custo maior.

Embreagem
Tomei conhecimento do motonline em um chat, estou adorando o site e digo que j  virei freguˆs! EstÆo de parab‚ns. Mas tenho uma pequena duvida, tenho uma XLX250R, ano 88, que comprei a uns 3 anos, e por sinal, minha primeira motocicleta. Desde que peguei a moto, noto que quando o motor esta quente, ‚ muito dif¡cil de colocar o cambio em neutro com a moto parada. Se fizer isso com ela em movimento, entra, se parar, s¢ movendo de novo ou desligando o motor. Os discos de embreagem foram trocados a pouco tempo (estavam gastos) mas esse problema continua.  normal? Se nÆo for o que devo mandar verificar?
Luciano – SÆo Joao da Boa Vista – SP
NÆo ‚ normal, prov veis causas: 1) Alavanca da embreagem pode estar com folga excessiva. 2) Os garfos seletores podem estar empenados 3) Verificar ranhuras no tambor seletor.

Vela
Ol  Biagio Ferrari. Se me permite, gostaria fazer uma observa‡Æo do seu texto “Vela de igni‡Æo”. Na verdade ‚ uma pequena ratifica‡Æo: vocˆ usou o termo “alta voltagem” e posteriormente para este mesmo termo usou tensÆo. Desculpe ser chato, mas este ‚ um grande problema das tradu‡äes do idioma ingles… “voltage” que na verdade ‚ “tensÆo el‚trica” ou simplesmente “tensÆo” ou tamb‚m “diferen‡a de potencial” e nÆo “voltagem” como muitos pensam!
Fabr¡cio – Tangar 
Concordo com vocˆ e tamb‚m sou chato, ali s, em seu texto nÆo ‚ ratifica‡Æo e sim retifica‡Æo, ‚ mais um caso de par“nimos, igual apre‡ar e apressar, concertar e consertar, entre outros.

Rela‡Æo
Estou pensando em alongar a rela‡Æo da minha moto (YS 250 FAZER) e gostaria de saber se h  diferen‡a em trocar o pinhÆo por um um dente maior ou trocar a coroa por uma um dente menor?Em qual dessas altera‡äes eu perderia menos for‡a? Um grande quebra costela (abra‡o de gaud‚rio).
Jonathan – Caxias do sul – RS
Tudo vai depender do n£mero de dentes da coroa ou do pinhÆo. Fa‡a a conta; divida o n£mero de dentes da coroa pelo n£mero de dentes do pinhÆo, o resultado desta conta ‚ chamado de redu‡Æo secund ria, quanto maior o resultado mais torque vocˆ adquire, quanto menor o valor, sua velocidade final ser  maior. Compare o valor obtido com o valor da redu‡Æo original para saber qual ser  o desempenho de sua motocicleta. Por exemplo, se a rela‡Æo original ‚ 3.0:1 e a divisÆo da coroa pelo pinhÆo for mais que 3, a rela‡Æo ficar  “curta” (mais torque e menos velocidade). Se o resultado for menor que 3, a rela‡Æo ficar  “longa” (mais velocidade e menos torque).

V rias
Duas d£vidas distintas: 1¦ – aquele sistema da Lander (e da Fazer) de cortar o motor quando a moto vira nÆo sei quantos graus ‚ em que situa‡Æo? Quando a moto vira pro lado ou quando empina? Eu achava que era quando empinava (li numa comunidade), mas tem uma foto aqui no site de um cara empinando uma Lander, a¡ fiquei curioso. 2¦ – Tenho uma XL 250 R, ano 83 j  reparei mais de uma vez que d  pra passar marcha sem embreagem j  aconteceu do meu dedo escorregar do manete de embreagem por exemplo e eu diminuir marcha sem a embreagem, mas ela aceita como se estivesse embreada. isso ‚ mau sinal? E quais os itens dela eu deveria verificar pra deix -la com a mecƒnica 100% em ordem? Rolamentos, filtros, essas coisas.
Rud  – Florian¢polis, SC
1) Este sensor desliga a motocicleta quando h  queda, e nÆo quando empina. 2)  poss¡vel trocar de marcha sem a utiliza‡Æo da embreagem, por‚m esta pr tica pode danificar principalmente as engrenagens do cƒmbio e os garfos seletores. Dificilmente deixar  um ve¡culo 83 100%, mas se quiser tentar dever  adquirir o manual de servi‡os desta motocicleta, sÆo muitos itens nÆo h  como descrevˆ-los em poucas linhas.