Foto: Hector Assunção, piloto da categoria Júnior do Team Honda no Arena Cross

Categoria Pro terá briga apertada pela liderança no Arena Cross

Foto: Hector Assunção, piloto da categoria Júnior do Team Honda no Arena Cross

Foto: Hector Assunção, piloto da categoria Júnior do Team Honda no Arena Cross

Com Leandro Silva fora da disputa da segunda etapa, neste final de semana em São José (SC), corrida pela ponta promete esquentar; Antes, pilotos do Team Honda participam de sessão de autógrafos

A segunda etapa do Arena Cross trará um desafio importante para o Team Honda. Com Leandro Silva, atual líder da categoria Pro – a principal da competição – fora da disputa por conta de uma lesão no pulso, a briga para ocupar o primeiro lugar da classe promete esquentar. Entre os candidatos, o goiano Wellington Garcia é um dos favoritos. Em segundo lugar na classificação, ele fará de tudo para ocupar o posto. A fase será realizada em São José (SC), neste sábado (30), na Avenida Beira Mar.

Além disso, após a primeira etapa, a equipe tem a missão de manter a liderança também da classe Júnior. Já na 85cc, os pilotos querem conquistar pontos preciosos para assumir a ponta. Os treinos começam às 13h e as disputas, às 19h. Os ingressos, que são limitados, podem ser trocados antecipadamente por uma lata de óleo nas concessionárias Honda Amaury Moto Center, em São José, e VP Motos, em Florianópolis.

Antes de acelerar nas pistas do Arena Cross, cinco pilotos do Team Honda têm um compromisso importante com os fãs do esporte. Wellington Garcia, Swian Zanoni, Jean Ramos, Thales Vilardi e Marcello “Ratinho” farão uma sessão de autógrafos em conjunto com o Consórcio Nacional Honda e a Concessionária Amaury Moto Center, q ue fica na Avenida Presidente Kennedy, 87, no bairro Campinas, em São José. O evento está marcado para as 10h.

O atual líder da categoria Pro, Leandro Silva, terá de ficar de fora da segunda etapa do Arena Cross. Com um rompimento no ligamento do pulso esquerdo, adquirido na terceira etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross, em Canoas (RS), o paranaense teve de passar por uma cirurgia e ainda permanece em recuperação. Logo atrás e com grandes chances de assumir a ponta, está o companheiro de equipe do Team Honda, Wellington Garcia. O goiano possui 34 pontos, seis a menos que Leandro.

Mesmo com experiência de sobra, Wellington sabe que terá ainda grandes adversários pela frente, com muita vontade de cumprir o mesmo objetivo. “Este ano o campeonato está muito difícil. Praticamente todos os pilotos da MX1 e MX2 que correram o ano passado estã o disputando a Pro”, frisou o piloto lembrando que a categoria é uma novidade deste ano que juntou as antigas classes. O competidor tem uma receita para se sair bem na prova. “Em primeiro lugar é preciso largar bem, já que o Arena é uma prova curta e muito rápida. Se isso não for possível, o segundo item é tentar passar rápido os adversários para depois manter a posição.”

A equipe conta também com Jean Ramos, Marcello “Ratinho”, Thales Vilardi e Swian Zanoni na disputa da categoria Pro.

Mais expectativas – A briga pela liderança da categoria Júnior está toda entre os pilotos do Team Honda. Hector Assunção segue com a primeira colocação e 20 pontos, seguido de perto por Gustavo Takahashi, com 17. O terceiro lugar pertence a Rodrigo Rodrigues (15) e o quarto a Rodrigo “Lama” (13).

Hector afirma que precisa dos pontos para seguir com mais folga até o final da competição. “É preciso dar um ‘tiro’ agora no começo para sentir um certo conforto nas próximas etapas. Como o Arena é uma prova curta, acaba sendo muito disputado”, analisou.

Já na categoria 85cc, a missão da equipe é conquistar o primeiro lugar. Quem está mais próximo do resultado é o goiano Everaldo Filho, atual terceiro colocado. O piloto soma 15 pontos, cinco a mais que o líder Matheus Corguinha. “Estou treinando muito. Vou tentar fazer o que fiz no Brasileiro e buscar a vitória. Na primeira etapa do Arena ainda não estava totalmente recuperado da luxação que tive no ombro. Agora já estou bem e poderei me sair melhor”, destacou o goiano.

Eduardo Rudnick, Thiago Formehl e Cezar Zamboni também entram com força na disputa.

Equipes – Uma das grandes novidades do Arena Cross, em 2009, a disputa por equipes promete pegar fogo nesta segunda etapa. Nela, cada grupo é formado por dois pilotos da categoria Pro e um reserva da categoria Júnior. A equipe Honda/Pirelli, formada por Leandro Silva e Jean Ramos, saiu na frente na abertura do campeonato. Com a ausência de Leandro, Hector Assunção deve entrar em ação também na bateria da Pro e pontuar no lugar do paranaense. Para ele, este será um grande desafio. “Para mim será muito bom e também uma grande novidade. Vou andar com a 250cc que é uma moto mais leve. Estarei competindo com pilotos muito rápidos. Quero tentar somar pontos no lugar do Leandro e tentar pegar ritmo para andar na Júnior”, concluiu o paulista.

Wellington Garcia e Swian Zanoni formam a equipe Honda/ASW. A dupla está na segund a colocação pronta para atacar. Marcello “Ratinho” e Thales Vilardi, da equipe Honda/ASW, também são fortes concorrentes. Os dois aparecem em quarto lugar na classificação.

Programação – 2ª etapa Arena Cross – São José (SP) – Sábado – 30/05
13h – Treinos / 19h – Provas

* a programação é fornecida pela organização do evento e está sujeita a alterações.