CBM em busca de profissionalismo no esporte

CBM apresenta novidades para o Brasileiro de Motocross 2012

CBM em busca de profissionalismo no esporte

CBM em busca de profissionalismo no esporte

Profissionalismo será a palavra de ordem no motociclismo brasileiro a partir de 2012. É o que garante o presidente da Confederação Brasileira de Motociclismo, Firmo Alves. A entidade publicou na manhã desta quarta-feira o regulamento geral do Campeonato Brasileiro de Motocross do ano que vem, deixando claro que o esporte entre em uma nova fase.

Principal competição sobre duas rodas no país, o Campeonato Brasileiro de Motocross terá um foco maior na busca pelo alto nível técnico dentro da pista, com duas baterias das principais categorias (MX1 e MX2) em cada uma das oito etapas ao longo do ano. Além disso, o regulamento de 2012 traz como novidade os ajustes da idade mínima para a categoria MX3 (agora 35 anos) e máxima para a MX2 (23 anos).

Outra novidade para a próxima temporada é a separação das categorias MX4 e Nacional 230cc, agora fazendo parte do Campeonato Brasileiro de Motocross Amador juntamente com as categorias 50ccA, 50ccB, MXF (feminina), Intermediária e MXJr. Permanecem no Brasileiro principal as categorias 65cc e MX3, ambas com provas aos sábados, e MX1, MX2 e 85cc com provas aos domingos.