CBR 1000RR Fireblade 2007 chega com novas cores

Sin“nimo de alta tecnologia no Brasil e no mundo, modelo superesportivo re£ne atributos como alto desempenho, conforto e leveza na pilotagem

Op‡Æo de milhares de motociclistas desde sua primeira importa‡Æo, em 1996, a linha CBR continua fortalecendo a imagem de tecnologia avan‡ada e de alta performance da marca, seja por seu design ou por seu DNA extra¡do da consagrada RC 211V, destaque Mundial da MotoGP – principal categoria da motovelocidade.

Projetada para superar expectativas, a motocicleta importada do JapÆo chega ao Brasil na versÆo 2007 com novos grafismos e cores. A versÆo preta apresenta visual mais sofisticado, com grafismos em cinza met lico, pr¢ximos da cor da moto, das rodas e do motor. J  a vermelha ‚ marcada pela esportividade e a jovialidade, devido ao contraste com os grafismos em preto. A novidade e o impacto ficam por conta da versÆo na cor branca, dispon¡vel no mercado no final de mar‡o, que incorpora combina‡äes em vermelho e azul, al‚m de rodas e cilindro da suspensÆo dianteira em dourado e suspensÆo traseira em alum¡nio polido. Junto a esses diferenciais est  o logotipo HRC aplicado na lateral do conjunto.

Identidade esportiva – Em seu visual, o modelo traz painel de instrumentos digital, que conta com um grande tac“metro eletr“nico (conta-giros) bem ao centro. Logo abaixo est  um visor digital de cristal l¡quido, respons vel por informar a velocidade e a quilometragem percorrida, al‚m da hora e da temperatura do l¡quido de arrefecimento.

A motocicleta mant‚m a mesma dianteira afilada, com far¢is duplos com sistema “Line Beam” e lƒmpadas de 55W, que sÆo capazes de projetar feixes luminosos potentes e constantes. Como na versÆo anterior (2006), possui o desenho das carenagens frontal e lateral mais estreitos e incisivos, acentuando sua aerodinƒmica. Ao mesmo tempo, as entradas e sa¡das de ar nas carenagens laterais permitem o escoamento com maior efic cia do ar pelo radiador, reduzindo o tempo de exposi‡Æo do piloto ao calor produzido pelo motor.

O design da motocicleta tamb‚m permite o encaixe perfeito das pernas, independentemente da estatura de quem a pilota, assegurando controle preciso dos movimentos.

Entre os aspectos que deixam a CBR 1000RR Fireblade mais pr¢xima das pistas est  o tanque de combust¡vel, recuado e mais baixo, com capacidade para 18 litros, incluindo a reserva (3,5 litros). O escapamento “Centre-Up”, formado pelo sistema 4x2x1 em a‡o inox e ponteira de titƒnio inoxid vel completa o conjunto.

Motor – O motor de 998 cm3, DOHC (Double Over Head Camshaft) de quatro tempos, quatro cilindros e 16 v lvulas, gera potˆncia m xima de 171,3 cv a 11.250 rpm e torque m ximo de 11,7 kgf.m a 8.500 rpm. O elevado desempenho ‚ reflexo das redu‡äes de peso e atrito dos componentes internos do motor, realizados em 2006. Outra contribui‡Æo para a diminui‡Æo de peso ‚ a nova tampa do gerador do motor, de magn‚sio e com ganho de 100 gramas em rela‡Æo aos modelos feitos de alum¡nio.

O sistema de inje‡Æo eletr“nica PGM-DSFI (Programmed Dual Sequential Fuel Injection System) processa com precisÆo a quantidade de combust¡vel que compäe a mistura, obtendo o m ximo de eficiˆncia na combustÆo. Essa quantidade ‚ controlada por um sistema de dois injetores por cilindro. O primeiro est  instalado no coletor de admissÆo, pr¢ximo …s v lvulas, e atua em baixas rota‡äes, mantendo suavidade e precisÆo. J  o segundo est  programado para funcionar a partir de 5.500 rpm, com 25% do acelerador acionado, levando o propulsor a atingir 12.500 rpm.

Um dos efeitos obtidos ‚ a r pida resposta ao comando do acelerador, resultando em potˆncia. Com a combustÆo da mistura mais eficiente e com o aux¡lio do sistema de catalisador, as emissäes de gases poluentes foram reduzidas, fato importante para uma motocicleta desse porte, que tamb‚m est  em conformidade com o PROMOT (Programa de Controle da Polui‡Æo do Ar por Motociclos e Ve¡culos Similares).

Seu chassi em alum¡nio foi desenvolvido com base na RC 211V. O modelo possui um baixo centro gravitacional, proporcionado pela posi‡Æo do tanque de combust¡vel mais baixo, e incorpora uma geometria de dire‡Æo calculada para o m ximo de estabilidade do conjunto.

A suspensÆo dianteira do tipo telesc¢pica invertida (Upside Down) conta com o sistema HMAS (Honda`s Multi Action System). O sistema permite m£ltiplas regulagens na velocidade de compressÆo e retorno do amortecedor e da tensÆo da mola. Isso assegura estabilidade principalmente na pilotagem esportiva. J  a suspensÆo traseira UNIT PRO-LINK ‚ um sistema no qual o amortecedor permanece ancorado na pr¢pria balan‡a de alum¡nio, ao inv‚s de estar ligado … parte superior do chassi como nos PRO-LINK tradicionais. Outro destaque ‚ o Amortecedor de Dire‡Æo Eletr“nico Honda (HESD), que utiliza sensores de velocidade e acelera‡Æo, anulando eventuais oscila‡äes do guidÆo percebidas nas r pidas acelera‡äes. Essa tecnologia tamb‚m proporciona f cil maneabilidade em baixa velocidade.

O sistema de freios ‚ apropriado para suportar as altas velocidades. Na dianteira, o mecanismo utiliza disco duplo flutuante com acionamento hidr ulico, c liper de encaixe radial de quatro pistäes e diƒmetro de 320 mm. O peso foi reduzido em 300 gramas, proporcionando maior eficiˆncia nas frenagens. J  o freio traseiro ‚ a disco com acionamento por pistÆo simples, com 220 mm de diƒmetro. Al‚m disso, as rodas de 17″ e os pneus radiais, extra largos de perfil super esportivo, asseguram excelente aderˆncia e dirigibilidade.

A seguran‡a inclui o H.I.S.S. (Honda Ignition Security System). O sistema de identifica‡Æo por meio de chip eletr“nico da chave de igni‡Æo, garantindo maior seguran‡a ao condutor.

Importada do JapÆo, a Honda CBR 1000RR Fireblade 2007 tem pre‡o p£blico sugerido de R$ 62.752,00 com base no Estado de SÆo Paulo, sem despesas com frete, ¢leo e seguro.