Centro Tecnológico do IPEM-SP amplia instalações e moderniza calibração de bafômetros

Centro Tecnológico do IPEM-SP amplia instalações e moderniza calibração de bafômetros

Centro Tecnológico do IPEM-SP amplia instalações e moderniza calibração de bafômetros

Incumbido pelo Ministério da Justiça de calibrar dez mil etilômetros (bafômetros) para serem distribuídos à Polícia Federal e polícias estaduais de todo o país, o Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo (Ipem-SP), autarquia ligada à Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania, apresenta nesta quinta-feira, 7 de maio, às 11 horas, a nova infraestrutura do laboratório do Centro Tecnológico (Cetec), hoje considerado referência em metrologia, responsável por cumprir a tarefa. No local, à Rua Muriaé, 154, Alto do Ipiranga, estará disponível um bafômetro para jornalistas que quiserem fazer o teste ou imagens.

Foram convidados o comandante da Polícia Militar, coronel Álvaro Baptista Camilo e o presidente da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), Alexandre de Moraes.

Até o final de abril deste ano foram entregues ao governo federal 1.500 bafômetros -instrumentos que medem a quantidade de álcool expelido no sopro – com laudo de exame metrológico, prontos para utilização das polícias nas ruas e rodovias brasileiras. Essa encomenda, no entanto, não é a única responsável pelo aumento do trabalho dos técnicos do Cetec.

Depois da implantação da chamada “Lei Seca” em 2008 e a aplicação de testes para determinar os índices de álcool no sangue de motoristas, o Cetec tem convivido com crescente demanda de atendimentos a fabricantes de etilômetros, importadores e usuários, que enviam os bafômetros para ensaios
e obtenção de documentos legais.

Para adequação ao ritmo do atendimento foi preciso ampliar o laboratório climatizado, com infraestrutura necessária de equipamentos e material de referência certificado pelo Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro). O número de técnicos treinados e qualificados para a realização dos ensaios e emissão de certificados de calibração dos etilômetros também aumentou.

Segundo o responsável pelo Centro Tecnológico Flavio Floret, com as mudanças será possível ampliar a capacidade de produção nos ensaios feitos nos instrumentos, que naturalmente são complexos e demorados. “Atualmente, a equipe de técnicos devidamente avaliados, ou seja, auditados pelo Inmetro, chegam ao máximo de 25 instrumentos calibrados por dia. Com as novas instalações nossa meta é chegar à realização de 50 ensaios diários e, futuramente alcançarmos à marca de 100 ensaios”.

Para garantir que os bafômetros meçam corretamente é preciso que sejam submetidos a testes que atendam às especificações contidas na Portaria 006/2002 do Inmetro. O teste do Ipem-SP atinge 98% de eficácia no quesito precisão, ou seja, o mecanismo de avaliação é absolutamente confiável e está na margem tolerável de erro.

O laudo de exame metrológico é emitido pelo Cetec com a conclusão baseada no ensaio realizado. O instrumento aprovado é identificado em lugar visível ao usuário com o selo de verificação do Inmetro que tem validade de um ano.

No caso de reprovação, o bafômetro recebe um adesivo com a inscrição “instrumento incorreto”. A qualidade na calibração do afômetro se repete também em relação a outros equipamentos como hidrômetros e aparelhos que medem a pressão arterial em postos de saúde e hospitais, por exemplo.

Dúvidas, reclamações e denúncias, podem ser feitas pelo telefone da ouvidoria do Ipem: 0800-0130522, de segunda a sexta, das 8h às 17h. E-mail: ouvidor-ipem@ipem.sp.gov.br