Centrovias promove a 3ª edição do Viva Motociclista

Centrovias promove a 3ª edição do Viva Motociclista

Centrovias promove a 3ª edição do Viva Motociclista

Campanha oferece check-up da moto, avalia‡Æo m‚dica e dicas de sa£de e seguran‡a

Um dia dedicado … conscientiza‡Æo e … presta‡Æo de servi‡os. A Centrovias realiza neste s bado (22.09) a 3§ Edi‡Æo da Campanha “VIVA MOTOCICLISTA”, programa que visa reduzir o n£mero de acidentes com motos no trecho administrado pela empresa.

A campanha faz parte das a‡äes da Semana Nacional de Trƒnsito e vai ser realizada das 8h …s 17h no Posto Castelo (Km 222 da Rodovia Washington Lu¡s – sentido capital). Os motoristas que passarem pelo local serÆo recepcionados pela Pol¡cia Militar e vÆo ter … disposi‡Æo uma s‚rie de servi‡os – recebem orienta‡äes sobre dire‡Æo defensiva e um folheto com dicas de seguran‡a. Depois de uma entrevista fazem avalia‡Æo de sa£de (verifica‡Æo de peso, altura e pressÆo arterial), realizada pela equipe m‚dica da Centrovias.

Enquanto o motociclista faz o check-up , a moto fica sob os cuidados dos mecƒnicos das concession rias Honda, Suzuki e Yamaha de SÆo Carlos. Eles vÆo verificar os itens essenciais … seguran‡a do ve¡culo: lanternas, pneus, freios, amortecedores e correias, efetuando, inclusive, pequenos reparos sem qualquer custo para o usu rio.

Em parceria com a 3M do Brasil, adesivos refletivos serÆo fixados na moto e capacetes, seguindo a Resolu‡Æo do Contran n§ 203, que entra em vigor em janeiro de 2008. Os adesivos sÆo importantes para tornar os motociclistas mais vis¡veis, fator que pode ser determinante para evitar acidentes.

Dados do Minist‚rio da Sa£de mostram que as mortes por acidentes envolvendo motociclistas tˆm aumentado em todo o pa¡s. Nas rodovias paulistas mais de 14 pessoas morreram por mˆs nos cerca de 461 acidentes registrados com motocicletas, 249% a mais do que no ano 2000. O crescimento de 137% da frota ‚ um dos fatores que influenciaram nesse aumento. A Agˆncia Reguladora de Transportes do Estado de SÆo Paulo – ARTESP – aponta: entre as v¡timas fatais de 18 a 24 anos, 67% sÆo motociclistas.

No trecho administrado pela concession ria, o n£mero de acidentes com motos aumentou 15% no primeiro semestre deste ano em rela‡Æo ao mesmo per¡odo de 2006. Para o gerente de trafego da Centrovias, Vlademir Barradel, alguns cuidados sÆo essenciais – “A moto deve sempre trafegar como qualquer outro ve¡culo, ou seja, pela faixa da direita, nunca pelo acostamento – e utilizar a faixa da esquerda somente para ultrapassagens. O motociclista deve estar sempre vis¡vel, com refletivos na moto, capacete e nas roupas, regra que vale tamb‚m para o garupa”, explica.