Guilherme Cascaes fatura tricampeonato no Cerapió 2014 - foto de Haroldo Nogueira

Cerapió 2014: Guilherme Cascaes é tricampeão

Guilherme Cascaes fatura tricampeonato no Cerapió 2014 - foto de Haroldo Nogueira

Guilherme Cascaes fatura tricampeonato no Cerapió 2014

A pequena cidade de Barreirinhas(MA), porta de entrada para os “Lençóis Maranhenses”, foi palco do encerramento do Cerapió 2014. A última etapa da prova, que teve 247 km de percurso, após largada de Parnaíba, no Piauí, não foi nada fácil para os pilotos de moto. O percurso foi muito técnico e coroou os competidores com um cenário incrível, onde a areia pesada, foi o maior desafio, principalmente nos quilômetros finais do dia.

Para a grande maioria dos pilotos de moto, completar a prova, seja qual for a colocação, é algo estimulante e gratificante. Que o diga Wenderson de Souza, que veio do Rio de Janeiro para participar do rali: “O dia foi bastante puxado. A areia fofa, bem diferente da areia em que ando lá no Rio, foi um desafio para mim que consegui vencer. Completo a prova aqui em Barreirinhas e isso me deixa feliz”, destacou o piloto que correu na categoria sênior.

O último dia de provas teve os trechos mais perigosos da competição. Areial pesado , dunas e passagens molhadas formaram a paisagem da etapa que liga as cidades de Parnaíba (PI) a Barreirinhas no Maranhão. Um dos momentos mais emocionantes desta última etapa foi uma ponte de madeira sobre o Rio Novo que corta a cidade de Paulino Neves e os pilotos e navegadores precisaram ficar atentos à velocidade, já que o local é estreito e havia moradores atravessando a todo momento. Após Paulino Neves, uma trilha estreita e sinuosa levou os competidores a parada final em Barreirinhas. A velocidade para alcançar as referências ajudou quem acelerou.

Guilherme Cascaes, do Team Rinaldi, teve o melhor início de ano possível entre as motocicletas no enduro de regularidade. O catarinense conquistou o terceiro título consecutivo do Rally Cerapió, de acordo com os resultados extra-oficiais da 27ª edição do evento, que nos anos ímpares é chamado Piocerá. A disputa teve fim nesta sexta-feira em Barreirinhas (MA) após 930 quilômetros de desafios. A largada foi na última terça-feira em Fortaleza (CE).

Emerson Loth obteve a 5º colocação - foto de Haroldo Nogueira

Emerson Loth obteve a 5º colocação

Os dois primeiros dias do Cerapió 2014 foram válidos como abertura do Campeonato Brasileiro de Enduro de Regularidade. De quebra, o bicampeão nacional Cascaes saiu na frente na briga pelo título da Master, somando 84 pontos. Outro representante do Team Rinaldi, o atual campeão brasileiro Emerson Loth “Bombadinho” está em quinto na tabela, com 64. Ele aguarda a sua classificação geral no Cerapió.

Cascaes fez um resumo do que enfrentou nos quatro dias de prova. “Consegui andar concentrado o tempo todo e foi a edição mais técnica que eu participei. Teve trilha para todos os gostos: pedra, areia, cavas, médias altas, médias baixas, navegação com laços, enfim, de tudo um pouco”, explicou o piloto. “Estou muito feliz com o resultado, começar o ano vencendo dá sempre uma motivação a mais”, complementou.

Quanto a Emerson Loth, o piloto nasceu em Nova Friburgo (RJ) mas mora em Curitiba (PR), e está ciente de que o Brasileiro está apenas começando. “Tive alguns problemas nos primeiros dias do Cerapió e, de uma forma geral, levou vantagem quem teve mais paciência nas estradas. Vou me concentrar para as próximas etapas do Brasileiro. Assim como no ano passado, estou em busca de uma boa recuperação”.

resultado final do Cerapió será divulgado somente neste sábado (01) e a festa de premiação acontece às 21h no Gran Solare Resort junto com a premiação dos vencedores, após um descanso merecido no Gran Solare Resort. A próxima etapa do Brasileiro de Enduro de Regularidade estão marcadas para os dias 22 e 23 de fevereiro no Rio Grande do Sul.

Fonte: AldeiaPI e Mundo Press – fotos de Haroldo Nogueira

CASAL DO RIO DE JANEIRO ABANDONA PROVA PARA FAZER PARTO DE MULA
Dupla competia na categoria Graduado

O casal do Rio de Janeiro Flavio Ozon Boghossian e Paula Márcia de Souza Breves Boghossian abandonou a prova para carros 4×4 no rally Cerapió, para fazer o parto de uma mula (feminino de jegue) no meio da estrada. O fato ocorreu na quinta-feira(30) entre as cidades de Viçosa do Ceará e Parnaíba.

O Cerapió 2014 teve até parto de emergência

O Cerapió 2014 teve até parto de emergência

Paula é veterinária e o marido contou que ao passarem pelo animal, imediatamente Paula pediu que ele parasse para socorrer.  “Estávamos no final do último deslocamento quando eu passei pelo animal, achei que ela estava morta e ela disse para parar. Voltamos e como vimos que ela estava parindo, coloquei o carro atrás para ninguém atropelar e ajudei-a a fazer o parto. Foi complicado e acabamos perdendo uma hora por conta disso”, contou Flávio. Segundo Flavio, o procedimento foi difícil pois o filhote já estava morto e não tinha forças para sair. Somente com a ajuda de luvas mecânicas foi possível fazer a retirada.  O casal chegou a dar um suco e maçãs que traziam no carro para o animal, que após ser alimentado saiu andando pela estrada.

Mesmo perdendo posições por conta do atraso, Flavio ainda comemorou e apoiou a atitude da esposa.  “Deu um trabalho danado, mas minha mulher é veterinária ela tinha que parar pois se não tirássemos o filhote que estava morto dentro dela, ela morreria. O resultado é o de menos, o importante é que a salvamos”, completou o piloto.  O dono do animal ficou surpreso com sua recuperação e contou ao casal que já tinha dado o animal como morto. A foto do parto realizado na estrada foi publicada no Facebook e teve centenas de compartilhamentos dos internautas que acompanham o Cerapió.

Fonte: AldeiaPI – – foto de divulgação