Foto: Paul Denning fala com o motogp.com

Chefe da Suzuki preparado para Sepang

Foto: Paul Denning fala com o motogp.com

Foto: Paul Denning fala com o motogp.com

Paul Denning fala com o motogp.com sobre o próximo teste de MotoGP em Fevereiro, em Sepang, numa altura em que a Rizla Suzuki se prepara para o primeiro ensaio do protótipo de 2010.

O Director Desportivo da Rizla Suzuki Paul Denning está desejoso pelo primeiro teste oficial de MotoGP de 2010 que tem lugar no início de Fevereiro em Sepang, isto enquanto a equipa se prepara para avaliar a mais recente versão do protótipo GSV-R.

Durante o Inverno a formação levou a cabo muito trabalho para tornar a moto o mais competitiva possível para os pilotos Loris Capirossi e Álvaro Bautista na próxima campanha.

“A equipa de desenvolvimento está a centrar-se em tornar a moto mais adaptável e há alguns desenvolvimentos significativos no chassis e, pelo menos, um quadro com desenho totalmente novo para serem testados em Sepang. Também vamos tornar a entrega de potência mais suave e fácil de utilizar por parte do piloto. A resposta (da fábrica) foi positiva,” explicou Denning ao motogp.com.

“Envolve muitas simulações, testes de banco e dinamómetro, porque em termos de novos desenvolvimentos não podemos rodar no Japão nesta altura do ano por causa do tempo ou das temperaturas muito baixas, pelo que só vamos compreender tudo quando formos para a pista em Sepang.”

Os três dias de trabalho no Estoril, em Novembro passado, onde Bautista e o piloto de testes da Suzuki Nobuatsu Aoki rodaram com a GSV-R da época passada, recolhendo importantes informações para o trabalho que foi levado a cabo na moto de 2010 e preparação para Sepang.

“Não creio que nos vamos concentrar em tempos por volta em Sepang,” afirmou Denning. “Trata-se mais de trabalhar os pontos fracos da moto e torná-la mais adaptável, tanto ao piloto, como a diferentes condições e baixas temperaturas. É difícil dizer o quanto vamos poder fazer em Sepang, mas a fábrica da Suzuki fez muito trabalho antes do teste do Estoril e isso indicou-nos a direcção certa porque esteve muito frio durante o ensaio e conseguimos ultrapassar alguns problemas que tínhamos. Por isso, fazendo figas, os desenvolvimentos vão estar na direcção certa, mas vai ser a primeira vez que vamos ver a moto de 2010. Sabemos o que ela tem em termos de desenvolvimento, mas ainda vamos ter de ver como é que tudo se conjuga quando os pilotos rodarem com a moto em Fevereiro.”

Denning acrescentou: “A moto estava claramente melhor no teste do Estoril do que na corrida. Estava mais fiável, era mais fácil manter tempos consistentes por volta e apresentou um pouco mais de aderência. O Álvaro começou a tecer os primeiros comentários detalhados sobre a moto perto do final do teste do Estoril porque, até essa altura, o trabalho dele era acostumar-se à moto.”

Finalmente, no ano em que a Suzuki celebra o 50º aniversário da sua entrada na competição, Denning confirmou que a sua formação vai rodar com um logotipo especial para marcar a data.