Milton Becker, piloto da categoria MX3 na Superliga Brasil de Motocross

Chumbinho conquista título antecipado da Superliga Brasil de Motocross na MX4

Milton Becker, piloto da categoria MX3 na Superliga Brasil de Motocross

Milton Becker, piloto da categoria MX3 na Superliga Brasil de Motocross

PENHA (SC) – No primeiro dia de provas da quarta etapa da Superliga Brasil de Motocross, o público que prestigiou as corridas deste sábado (25), em Penha (SC), conheceu o primeiro campeão do campeonato em 2011: Milton Becker “Chumbinho”. O catarinense liderou a etapa no Beto Carrero World de ponta a ponta na MX4 e foi ao lugar mais alto do pódio. Com a vitória, Chumbinho levou seu 15º nacional, ultrapassando outro grande ídolo do esporte, Pedro Bernardo Raimundo “Moronguinho”, que possui 14 títulos.

Na categoria MX3, Davis Guimarães e Massoud Nassar travaram uma forte briga pela primeira colocação, que chegou a ter toques entre os pilotos e desvio do traçado original da corrida. Davis venceu a prova, no entanto, após reunião da comissão de prova, ele e Massoud foram desclassificados por atitude anti-desportiva. Com isso, Cristiano Lopes levou a etapa e assumiu a primeira posição do campeonato com 81 pontos.

Na 65cc, o gaúcho Enzo Lopes sobrou novamente na pista de 2.050 metros, localizada no Beto Carrero World, e venceu a etapa, dando um grande passo para à conquista do campeonato. “Consegui fazer uma boa largada e abrir uma diferença durante a prova. Foi mais uma boa vitória, mas agora é ter concentração para a prova em Indaiatuba e ganhar o campeonato”, coloca Enzo Lopes, primeiro colocado com 87 pontos.

Além de provas, foram realizados neste sábado (25) os treinos classificatórios da MX Pró, MX2 e Júnior, que definiram a ordem do gate de largada deste domingo (26). Na MX Pró, Roberto Castro cravou o melhor tempo. Segundo colocado no campeonato, o costa-riquenho necessita de duas vitórias neste domingo (26) para encostar no líder Jorge Balbi. “Tive atitudes positivas hoje e preciso manter a atenção amanhã. Com o primeiro lugar no treino, preciso me focar para vencer as baterias de amanhã”, destaca Castro.

A briga pelo melhor tempo na MX2 esteve focada entre os três líderes do campeonato: Adam Chatfield (1º), Hector Assunção (2º) e Jean Ramos (3º). Ao final do sessão, as três primeiras colocações se mantiveram conforme a classificação da categoria, com Adam realizando o primeiro tempo, com 2:10.789, seguido de Hector (2:11.014 ) e Jean (2:11.066). “O Justin fez um ótimo trabalho aqui, pois a pista está ótima. Espero amanhã largar bem e sair com uma vitória”, afirma Adam.

Na Júnior, o catarinense Gustavo Henn, segundo colocado no campeonato, superou mais uma vez o líder Thiago Formehl no classificatório e foi o mais rápido com 2:24.867. Quinze pontos atrás de Formehl, Gustavo segue vivo na competição e precisa de uma vitória para diminir a diferença de pontos.