Chumbinho vence e amplia vantagem no Brasileiro de MX

Carlos Barbosa (RS) – Milton Becker Chumbinho representou muito bem a Pro Tork Racing Team na disputa da terceira etapa do Brasileiro de Motocross.

Ele garantiu uma nova vit¢ria na categoria MX3 da competi‡Æo nacional e, com isso, ampliou a vantagem para o segundo colocado. Nico Rocha garantiu o terceiro lugar tamb‚m na MX3, Rafael Faria foi o segundo na MXJr, JoÆo Paulino Marronzinho o terceiro na MX1 e Paulinho Stedile o 10§ na MX2. Rafael Zenni (MX1 e MX2) e Douglas Santos (85cc) nÆo competiram. As provas foram realizadas neste final de semana no mot¢dromo de Carlos Barbosa (RS).

“Quero agradecer este p£blico maravilhoso que sempre me incentivou. Agrade‡o tamb‚m a equipe Pro Tork que possibilitou essa vit¢ria”, comentou o piloto que liderou toda a prova deste domingo e teve seu n ome gritado pela torcida. Essa vit¢ria ampliou a vantagem de Chumbinho sobre o segundo colocado. Agora, na classifica‡Æo, ele possui 72 pontos, 23 a mais do que Alexandro Valerim.

Na mesma categoria, outro piloto da Pro Tork Racing Team subiu ao p¢dio. Nico Rocha foi o terceiro colocado mesmo competindo com uma moto menos potente do que seus advers rios. Como ele acaba de se recuperar de uma lesÆo na coluna, correu com uma 250cc enquanto a grande maioria disputava com m quinas de 450cc. “NÆo fiz uma boa largada mas consegui ganhar posi‡äes durante a prova. Lutar pelo t¡tulo fica complicado, j  que perdi duas etapas do campeonato. Com certeza vou brigar sempre por bons resultados”, comentou.

Na MXJr, Rafael Faria fez uma grande prova. Logo ap¢s a largada, quando ocupava a quinta posi‡Æo, o piloto caiu e quando se reergueu para a prov a estava apenas em 11§. Com uma excelente corrida de recupera‡Æo, encostou no l¡der, Jean Ramos, e garantiu o seu lugar ao p¢dio com a segunda coloca‡Æo. JoÆo Paulino Marronzinho foi o terceiro colocado na MX1 e, na MX2, Paulinho Stedile, rec‚m recuperado de uma fratura na mÆo, foi o 10§ colocado.

Nesta terceira etapa do Brasileiro de Motocross, a Pro Tork Racing Team, que compete com Kawasaki, teve dois desfalques. Douglas Santos, representante da equipe na 85cc, sofreu uma queda durante os treinos livres de s bado e ficou de fora da prova. Rafael Zenni tamb‚m nÆo p“de competir. Durante o treino cronometrado da categoria MX1, no s bado, uma queda o levou ao hospital. Ele fraturou a clav¡cula.

Outros pilotos – Gustavo Roratto segue invicto no Brasileiro. Mais uma vez ele foi o vitorioso da categoria 65cc. “Larguei bem e andei na frente o tempo todo”, comentou o jovem piloto que conta com patroc¡nio da Pro Tork. Pipo Castro, F bio Andolhe e Deni Marques tamb‚m recebem total apoio da f brica paranaense. Nesta etapa do nacional eles conquistaram, respectivamente, o 5§ e o 7§ lugares na MX1 e o 15§ na MXJr.

TR50F – A disputa da TR50F para adultos, categoria onde grandes pilotos sobem em suas minimotos da Pro Tork para competir, foi acirrada. O vitorioso desta etapa foi Ricardo Dias, seguido de perto por Paulinho Stedile. O terceiro lugar ficou com Marcelo de Biasi, o quarto com Heinz Crispin e o quinto com Beto Bonilha.