Chumbinho vence mais uma e amplia vantagem no Brasileiro

O piloto catarinense disparou na lideran‡a da MX3 e segue em busca de seu 13§ t¡tulo nacional

SÆo Paulo (SP) – Em busca de seu 13§ t¡tulo nacional, Milton Becker Chumbinho venceu mais uma etapa da MX3 do Brasileiro de Motocross. O piloto da Pro Tork Racing Team conquistou a quarta etapa (das cinco j  realizadas) neste domingo na pista do Shopping SerrAzul, em Itupeva, interior de SÆo Paulo. JoÆo Paulino Marronzinho, tamb‚m da equipe, foi o segundo na MX1, Rafael Faria venceu a MXJr, Nico Rocha o quarto da MX3 e Rafael Zenni o quinto na MX2.

Chumbinho foi protagonista de um grande pega no in¡cio da bateria da MX3. O piloto da Pro Tork Racing Team assumiu a lideran‡a logo ap¢s a largada e, na sequˆncia de uma queda, lutou para reassumir a ponta, tomada por Rog‚rio Nogueira. Com a primeira posi‡Æo recuperada antes da metade da prova, Chumbinho abriu vantagem e levou a melhor. Somou uma nova vit¢ria (a quarta de cinco poss¡veis) e 25 pontos na competi‡Æo. “Estou muito contente por fazer parte da fam¡lia Pro Tork. Agora, com boa vantagem no campeonato, vou tentar o meu 13§ t¡tulo brasileiro, que seria muito importante para mim”, comentou ele que agora est  46 pontos a frente do segundo colocado. Outro integrante da equipe, Nico Rocha, fez uma excelente corrida e tamb‚m subiu ao p¢dio. O londrinense foi o quarto colocado.

Na emocionante prova da MX1, Marronzinho deixou escapar a lideran‡a da competi‡Æo. O piloto da Pro Tork Racing Team largou logo atr s de Leandro Silva e aproveitou o momento em que Leandro caiu para assumir a ponta. Abriu vantagem enquanto o goiano Wellington Garcia ultrapassava e avan‡ava. Quando se deparou com um retardat rio, Marronzinho caiu e perdeu a lideran‡a. Se recuperou e terminou a corrida com o segundo lugar. Wellington Garcia que venceu a bateria ‚ o l¡der do brasileiro com 109 pontos, apenas um a frente de Marronzinho. Na mesma categoria, Pipo Castro e F bio Andolhe, ambos patrocinados pela Pro Tork, foram quinto e d‚cimo colocados.

Na MXJr, Rafael Faria levou, novamente, a mel hor sobre Jean Ramos. J  na largada, o paranaense assumiu a ponta e nÆo permitiu a aproxima‡Æo de seu advers rio. Na categoria MX2, Rafael Zenni largou bem e logo assumiu a segunda coloca‡Æo. Ainda no in¡cio, uma queda que envolveu tamb‚m outros pilotos, o fez perder posi‡äes. Na metade da disputa j  era o quinto, posi‡Æo que segurou at‚ o final da bateria. Na briga dos pequenos, Gustavo Rorrato (patrocinado pela Pro Tork) terminou com a quarta posi‡Æo. O gauchinho segue na lideran‡a da 65cc.

TR50F para adultos – Mais emo‡Æo na bateria da TR50F para adultos, prova onde grandes pilotos entram na pista com suas minimotos Pro Tork. Entre os nomes, estavam Chumbinho, Marronzinho, Rafael Faria e Rafael Zenni, da Pro Tork Racing Team, e Marlon Bonilha, diretor de marketing da Pro Tork. Na pista de Itupeva (SP), a vit¢ria ficou com Rafael Faria que largou na frente e levantou poeira, impedindo a aproxima‡Æo dos outros onze competidores.

A disputa ‚ realizada em todas as etapas d o nacional, sempre ap¢s as baterias oficiais do campeonato. O vencedor leva para casa uma TR50F zero quil“metro.

Confira o p¢dio da disputa da TR50F para adultos em Itupeva:
1§ – Rafael Faria
2§ – Ricardo Luis
3§ – Kurt Rudolf
4§ – Heinz Chrispim
5§ – Marcelo de Biasi