Foto: Equipe de levantamento

Chuvas provocam cancelamento do segundo dia no RN 1500

Foto: Equipe de levantamento

Foto: Equipe de levantamento

Percurso montado entre Acari e Jucurutu ficou completamente alagado, e até uma ponte ruiu

No Dia do Trabalhador, quem deu folga aos competidores do Rally RN 1500 foi São Pedro. Devido às chuvas intensas que caem no interior do estado, as provas do segundo dia precisaram ser canceladas visando a segurança dos competidores. Trechos da trilha que ficaram completamente alagados e uma ponte que ruiu nesta sexta-feira impossibilitaram a passagem dos veículos. A caravana seguiu para o município de Assú, de onde larga na manhã deste sábado (2/5) em direção a Guamaré. A expectativa da organização é de que tudo corra bem no penúltimo dia do rally. De acordo com a equipe enviada para avaliar as condições do trecho previsto, não há pontos comprometidos.

Os competidores receberam a notícia sobre o cancelamento da prova em uma reunião nas primeiras horas do dia. Pilotos e navegadores de carros, motos e quadriciclos lamentaram o fato, mas concordaram com a decisão da diretoria, juntamente com as confederações brasileiras de automobilismo e motociclismo (CBA e CBM). O piloto de quadriciclo cearense Tom Rosa tinha boas expectativas para o segundo dia de competições, e se disse frustrado com as chuvas: “É a natureza. Infelizmente, todos ficamos de mãos atadas. Com isso, o RN 1500 perde uma de suas principais características, que é de uma prova longa. Só podemos torcer para que amanhã dê tudo certo”, disse.

Entre as motos, o piloto de motos Tiago Fantozzi (KTM Mania/ALE) avaliou como sendo correta a decisão: “Em primeiro lugar a segurança. Aguardamos poder ter um percurso mais longo amanhã”. O diretor e idealizador do RN 1500, Kleber Tinoco, também lamentou o fato inédito em 12 edições da prova, e disse estar esperando que tudo corra bem nos próximos dois dias. “Temos que ter paciência. Acho que mais importante é o entendimento dos competidores de que isso é um fato do qual não podemos ter controle. Espero que eles possam mostrar suas habilidades nesta sexta e sábado de prova”.

Categoria carros perde uma etapa do Brasileiro
O prejuízo das chuvas para o RN 1500 também chegaram ao Brasileiro de Cross Country, principalmente na categoria carros, que tem quatro etapas em andamento durante o evento em solo potiguar – da 3ª à 5ª. “Sendo assim, a quarta de nove etapas do campeonato fica registrada como -não realizada-“, disse Fernando Leal, comissário desportivo de rally da CBA. No caso das motos, a somatória dos quatro dias é válido por uma etapa do Campeonato 2009, independente do cancelamento. Apesar de não ter sido cancelado, o primeiro dia do Rally RN 1500 também foi prejudicado pelas chuvas. A especial de velocidade cronometrada teve parte percurso cancelado. Dos 167 Km, apenas 45 foram liberados.

Prova chega a Guamaré neste sábado
No sábado, já no terceiro dia de provas, o trajeto será entre Assú e Guamaré, com duas voltas de 78 quilômetros de especiais em um mesmo percurso. As características principais são estradões com barro, cascalho e areia. A prova só acaba no domingo em Natal. As três duplas com os melhores tempos até o momento, nos carros, foram Maurício Neves/Leandro Ferrarini; seguido por Jean Azevedo/Youssef Haddad e Fellipe Bibas/Emerson Cavassin. Entre as motos, Denisio do Nascimento em primeiro, Zé Helio em segundo e Tiago Fantozzi em terceiro. Entre os quadris, lidera Cristiano Sousa, seguido por Munir Khalil e Francinei Souza.

PROGRAMAÇÃO
02 de maio – Sábado
3ª etapa – Assú / Guamaré
Deslocamento inicial 36,88: km
Especial: duas voltas de 78 km
Deslocamento final: 6,90km
09h00 – Largada
09h40 – Largada da especial
20h – Briefing – Local: Clube Municipal de Guamaré – ao lado da chegada