Proposta é levar aos futuros motoristas dicas de direção segura e respeito à vida

Com apoio da CCR NovaDutra, André Azevedo fala sobre segurança de trânsito a alunos da rede pública

Proposta é levar aos futuros motoristas dicas de direção segura e respeito à vida

Proposta é levar aos futuros motoristas dicas de direção segura e respeito à vida

Começa hoje (05/09), a série de palestras e eventos voltados para a defesa da direção segura que a Equipe Petrobras Lubrax realiza neste segundo semestre letivo na região do Vale do Paraíba paulista, com apoio da CCR NovaDutra. O piloto de caminhão André Azevedo, que em janeiro completa 25 anos de carreira em competições off road, inaugura sua maratona de palestras falando aos alunos da EMEF Elizabete de Paula Honorato, em São José dos Campos (SP).

Denominado Programa de Educação de Trânsito (PET), o conjunto de palestras e eventos tem patrocínio da CCR NovaDutra e conta com o apoio da prefeitura de São José dos Campos, por meio da Secretaria de Trânsito. A ação foi iniciada em 2009 com o objetivo de conscientizar os jovens no trânsito. O programa consiste em palestras em sala de aula e blitze educativas nas ruas de São José dos Campos, cidade natal do piloto.

“Quando eu faço um paralelo entre a minha vivência nas trilhas e questões de segurança na cidade, percebo que os jovens conseguem entender melhor a importância e a responsabilidade em ser um condutor”, explica André Azevedo, que está cada vez mais empolgado com esse tipo de ação conscientizadora. “Com essas palestras, estamos contribuindo para a formação de uma cultura de respeito à vida entre os motoristas do futuro”.

Trajetória – Engenheiro de formação, o joseense André Azevedo deixou a paixão pela velocidade falar mais alto quando, nos anos 1980, foi um dos primeiros brasileiros a competir no Rally Dakar, a maior prova off road do mundo. Azevedo também foi o primeiro sul-americano a subir ao pódio da competição, da qual já participou 24 vezes. É o atual piloto do caminhão da Equipe Petrobras Lubrax

“Falar em sala de aula com essa meninada sobre segurança de trânsito é muito mais complicado do que pilotar num rally, porque eles fazem perguntas difíceis de responder”, brinca Azevedo. “Mas esse é o grande desafio do Programa de Educação de Trânsito: encontrar caminhos eficazes para convencer os futuros motoristas de que preservar a vida está acima de qualquer coisa”.