Foto: Gustavo Roratto, piloto Pro Tork nas categorias 65cc e 85cc

Com dores no pé, Gustavo Roratto não completa prova do Gaúcho de Motocross

Foto: Gustavo Roratto, piloto Pro Tork nas categorias 65cc e 85cc

Foto: Gustavo Roratto, piloto Pro Tork nas categorias 65cc e 85cc

Gustavo Roratto nÆo completou as provas deste fim de semana do Campeonato Ga£cho de Motocross.

O piloto da Pro Tork foi … Camargo, 253 quil“metros de Porto Alegre, para defender a invencibilidade na 65cc, categoria em que ‚ l¡der, mas caiu no in¡cio da prova e, com dores no p‚ esquerdo, nÆo teve condi‡äes de voltar … pista. Na 85cc o jovem piloto nÆo chegou a largar.

“Eu larguei em terceiro, passei o segundo e j  estava brigando com o primeiro. Senti o guidÆo travar, ca¡ e nÆo conseguia colocar o p‚ no chÆo para levantar”, conta Gustavo que deixou a pista da categoria 65cc aos oito minutos da prova sentindo fortes dores. “Fiquei fazendo gelo, est  muito frio aqui e nÆo teve jeito, a dor estava forte e nÆo deu pra ir pra 85cc. Agora j  estou melhorando”, completou o garoto.

Como nÆo houve lesÆo grave, Gustavo Rorat to deve voltar aos treinos nesta quarta-feira.

Outro piloto Pro Tork que esteve nas pistas neste fim de semana foi Rafael Zenni que disputou a primeira das seis provas da Copa Moto Snob Novamoto de Motocross, em Americana, interior de SÆo Paulo. Zenni conquistou o quinto lugar na categoria MX2 e o terceiro na MX-Gold.

“Larguei em £ltimo na MX2, levei um tombo e acabei machucando a mÆo logo no in¡cio da prova. Segurei a dor e segui em frente. Na MX-Gold, tamb‚m estava entre os £ltimos e alcancei o terceiro lugar. O resultado nÆo foi dos melhores, mas com a dor que estava sentindo, fiz meu m ximo. Agora j  penso nas pr¢ximas cinco provas”, explicou o piloto que nÆo pretende descansar e volta aos treinos j  nesta segunda-feira.