Com dupla vitória, Swian Zanoni é destaque na etapa de Indaiatuba do Arena Cross

Indaiatuba (SP) – Noite de festa neste sábado (8) para a Equipe Honda, principalmente para Swian Zanoni, que venceu as duas baterias da categoria Pró da segunda etapa do Arena Cross. O piloto de Nova Friburgo deu show na pista de Indaiatuba, interior de São Paulo, e mostrou que é um grande candidato ao título da competição.

A chuva que caiu no início da noite apimentou ainda mais as disputas e exigiu atenção redobrada dos competidores que realizaram os treinos em pista seca.

Na primeira bateria da categoria Pró, o piloto da Equipe Honda Swian Zanoni largou na frente, porém ainda na volta inicial perdeu a liderança para Gustavo Takahashi. Para comprovar a ótima fase, Swian acelerou forte e retomou o primeiro lugar, no qual seguiu com muita tranquilidade até o final. Foram 13 segundos de diferença para o segundo colocado, o curitibano Jean Ramos. Leandro Silva e Wellington Garcia, quarto e quinto colocados respectivamente, travaram duelo apertado durante os 15 minutos de competição.

Com boa largada, Leandro saiu na frente na segunda bateria. Foram apenas cinco voltas para que Swian assumisse a primeira colocação. Daí para frente, o piloto não parou mais de acelerar e inclusive colocou uma volta em cima do sexto colocado, o goiano Wellington Garcia. Um verdadeiro show de Swian que foi aplaudido pelo público local. “Foi um fim de semana perfeito. Tive bom desempenho nas duas corridas, resultado da preparação que venho fazendo desde a pré-temporada”, conta Swian que dedicou a vitória a mãe Vera Lúcia, que está presente em todas as provas do filho. A segunda posição ficou com Jean Ramos, seguido de Leandro Silva que completou o pódio só com pilotos Honda. “Fiz uma prova melhor que a primeira etapa em São José e continuo na disputa pelo título do campeonato”, comenta Jean. “Não deu para vencer, mas estou feliz com o resultado, já que venho de uma contusão e fiquei duas semanas sem treinar”, lembra o aniversariante Leandro que completou 22 anos.

85cc
Endrews Armstrong, piloto satélite Honda, foi o vencedor na categoria 85cc. “Larguei em terceiro, mas consegui a primeira colocação ainda no começo da bateria. Foi uma prova que exigiu bastante técnica e tranquilidade”, diz Endrews, que também subiu no lugar mais alto do pódio na etapa de abertura do Arena Cross em São José (SC).

Júnior
Final emocionante na Júnior. O piloto satélite Honda Rafael Faria venceu a categoria praticamente na linha de chegada em disputa apertadíssima com Hector Assunção, também piloto satélite Honda, que ficou em segundo lugar, e Thales Vilardi, terceiro colocado. “Foi um pega do começo ao fim. Uma vitória como essa aumenta a confiança para tentar o título do Arena Cross”, destaca Rafael.

Para Wilson Yasuda, gerente de competições Honda, a noite foi de ótimos resultados para a equipe, tanto para pilotos oficiais, quanto os representantes das equipes satélites. “Estou satisfeito com o desempenho dos garotos que mostraram na pista técnica e muito profissionalismo. O Swian fez uma prova exemplar, mostrou que conhece a moto e tem tudo para conquistar o título.”

Marronzinho
Nesta etapa do Arena Cross, a Equipe Oficial Honda não contou com a participação de João Paulino “Marronzinho”. O piloto catarinense se recupera de uma lesão ocasionada durante um dos treinos da última semana.

Resultados da 2ª etapa do Arena Cross – Indaiatuba (SP)

Pró – Classificação Geral
1 – Swian Zanon
2 – Jean Ramos
3 – Leandro Silva
4 – Roberto Castro
5 – Wellington Garcia
6 – Gustavo Takahashi
7 – Roosevelt Assunção
8 – Anderson Cidade
9 – Marcello Lima
10 – Rafael Zenni
11 – Gabriel Gentil
12 – Lucas Moraes
13 – Claudner da Rocha

Pró – 1ª bateria
1 – Swian Zanoni
2 – Jean Ramos
3 – Gustavo Takahashi
4 – Leandro Silva
5 – Wellington Garcia
6 – Roberto Castro
7 – Marcello Lima
8 – Roosevelt Assunção
9 – Anderson Cidade
10 – Rafael Zenni
11 – Lucas Moraes
12 – Gabriel Gentil
13 – Claudner da Rocha

Pró – 2ª bateria
1 – Swian Zanoni
2 – Jean Ramos
3 – Leandro Silva
4 – Roberto Castro
5 – Roosevelt Assunção
6 – Wellington Garcia
7 – Anderson Cidade
8 – Rafael Zenni
9 – Gabriel Gentil
10 – Marcello Lima
11 – Lucas Moraes
12 – Gustavo Takahashi
13 – Claudner da Rocha