Combustíveis sintéticos

Uma outra visÆo sobre a mobilidade sustent vel foi apresentada dia 7 /mar‡o, passado – a Alian‡a para Combust¡veis Sint‚ticos na Europa, ASFE.

A conferˆncia que resultou nessa associa‡Æo teve lugar em Bruxelas, com a participa‡Æo dos Comiss rios Europeus Gnter Verheugen e Andris Piebalgs, o Ministro austr¡aco para o Meio-Ambiente Josef Pr”ll, executivos de montadoras e de empresas petrol¡feras.

Os membros fundadores sÆo DaimlerChrysler, Renault, Volkswagen, Royal Dutch Shell e Sasol Chevron. O foco ‚ o papel estrat‚gico de combust¡veis sint‚ticos na solu‡Æo dos desafios energ‚ticos e ambientais e a redu‡Æo do impacto ambiental do transporte rodovi rio atrav‚s de uma maior eficiˆncia pelo uso de combust¡veis mais limpos.

Os combust¡veis sint‚ticos sÆo uma nova gera‡Æo de combust¡veis para transporte com quase zero de enxofre e arom ticos, produzidos com o processo Fischer Tropsch a partir de g s natural (GTL), carvÆo (CTL) ou biomassa (BTL). Desses trˆs processos, o GTL ‚ o que est  mais avan‡ado do ponto de vista comercial e assim oferece uma alternativa pr tica j  hoje. V rias f bricas estÆo prontas ou planejadas, e sua disponibilidade aumentar  a partir deste ano. O BTL precisa mais pesquisa e desenvolvimento, mas tem o potencial de utilizar recursos locais europeus.

As emissäes gasosas associadas com os combust¡veis sint‚ticos derivados de g s natural sÆo compar veis …s de combust¡veis tirados de petr¢leo cru, mas aqueles derivados de biomassa mostram uma redu‡Æo de 90%. Como os combust¡veis sint‚ticos podem ser usados puros ou misturados em motores diesel e podem utilizar a infra-estrutura de distribui‡Æo e reabastecimento, eles sÆo a solu‡Æo de custo mais eficiente para reduzir nossa dependˆncia do petr¢leo. Eles tamb‚m geram uma melhoria significativa na qualidade do ar, reduzindo as emissäes nos canos de descarga – material particulado, ¢xidos de nitrogˆnio, mon¢xido de carbono e hidrocarbonetos.

George Couvaras, executivo chefe da Chevron, disse que “Os combust¡veis sint‚ticos podem garantir um futuro mais limpo, respondendo …s preocupa‡äes sobre seguran‡a e diversidade de suprimento. Eles podem trazer hoje mesmo uma redu‡Æo real de emissäes, coisa que ser  cada vez melhor … medida que esta tecnologia de desenvolve.”

Rob Routs, diretor executivo da Shell: “Combust¡veis sint‚ticos feitos de g s natural e biomassa podem tamb‚m reduzir nossa dependˆncia do petr¢leo. Eles geram um caminho realista e de custo aceit vel entre os combust¡veis f¢sseis atuais e a energia renov vel para o longo prazo.”

Franz-Josef Paefgen, com direito advocat¡cio da Volkswagen AG, explicou os objetivos da ASFE: “Promover os combust¡veis sint‚ticos e apoiar uma gama de atividades no campo da mobilidade sustent vel, incluindo pesquisa, projetos que demonstrem os benef¡cios dos combust¡veis sint‚ticos incluindo testes veiculares, coopera‡Æo com os v rios governos e a promo‡Æo do conhecimento p£blico.”

Thomas Weber, membro do conselho da DaimlerChrysler AG nos campos de pesquisa e tecnologia, colocou os objetivos da ASFE … luz de objetivos mais amplos da pol¡tica europ‚ia: “Combust¡veis sint‚ticos podem dar uma contribui‡Æo real a muitas das  reas pol¡ticas europ‚ias – combatendo a mudan‡a clim tica, reduzindo o consumo de energia, diversificando o suprimento de energia, garantindo a seguran‡a do suprimento energ‚tico e melhorando a qualidade do ar.”

Luc-Alexandre Menard, vice-presidente sˆnior de rela‡äes p£blicas da Renault, concluiu: Os combust¡veis sint‚ticos sÆo hoje uma realidade e a Europa deve trabalhar (toda) em conjunto para garantir o futuro mais limpo do transporte, como esses combust¡veis tornam poss¡vel.”