Começa montagem da BMW G 650 GS na fábrica da DAFRA, em Manaus

Começa montagem da BMW G 650 GS na fábrica da DAFRA, em Manaus

Começa montagem da BMW G 650 GS na fábrica da DAFRA, em Manaus

Manaus (AM), Dezembro de 2009 – Começa oficialmente nesta segunda-feira (14), na fábrica da DAFRA Motos, em Manaus (AM), a montagem da BMW G 650 GS. O anúncio do acordo inédito, que prevê pela primeira vez a montagem de motocicletas BMW fora da Europa, foi realizado durante o último Salão Duas Rodas, em outubro.

“Em pouco mais de um ano de história, a DAFRA tem conquistado espaço no mercado brasileiro, demonstrando seriedade e comprometimento com o consumidor e o setor de duas rodas nacional. A busca por parcerias estratégicas com empresas globais e de renome em seus segmentos, caso da BMW e também de Haojue e TVS, é mais uma prova desse nosso empenho”, explica Creso Franco, presidente da DAFRA.

O modelo de negócios firmado entre as companhias prevê a montagem de motocicletas da marca alemã na modalidade OEM (Original Equipment Manufacturer), ou seja, toda a montagem dos produtos BMW será realizada na planta da DAFRA, a partir de componentes CKD, que são montados por profissionais da empresa brasileira, treinados e supervisionados por profissionais da matriz da BMW Motorrad na Alemanha.

Para garantir a manutenção do nível tecnológico e do padrão de qualidade exigidos pela operação, a equipe da DAFRA foi recebida na fábrica da BMW Motorrad, em Berlim (Alemanha), onde passou por treinamentos especiais ministrados por profissionais locais, incluindo processos de montagem, inspeção de qualidade e logística interna. O treinamento foi complementado na planta da DAFRA em Manaus, onde a equipe DAFRA e os engenheiros da BMW simularam e testaram as diversas operações de produção no contexto em que a GS 650 será montada no Brasil. “O conhecimento adquirido in loco por nossos profissionais será certamente multiplicado para outras equipes de nossa fábrica. Isso significa um ganho incrível em qualidade e expertise em produção para a marca DAFRA”, diz Creso.

Começa montagem da BMW G 650 GS na fábrica da DAFRA, em ManausPara Henning Dornbusch, diretor presidente do BMW Group Brasil, o acordo possibilitará ao consumidor brasileiro maior acesso aos produtos da marca. “A parceria com a DAFRA nos permitirá fortalecer a nossa posição no mercado, oferecendo um produto atraente, adaptado ao mercado brasileiro e, principalmente, com preço competitivo. Além disso, a parceria nos trará visibilidade e credibilidade no País”.

De acordo com o executivo, a BMW Motorrad Brasil escolheu a DAFRA para esta iniciativa, pois a empresa demonstrou um plano de crescimento estruturado com capital 100% brasileiro, investimentos sólidos no País, instalações modernas e, sobretudo, grande interesse em evoluir com a BMW no mercado de motocicletas.

A expectativa é que já no próximo mês de fevereiro, a BMW G 650 GS esteja à disposição do consumidor brasileiro na rede de concessionárias BMW e a previsão de vendas gira em torno de 1000 unidades em 2010.

Linha de montagem nacional
Para atender a parceria com a BMW foi idealizada uma nova linha de montagem na fábrica da DAFRA. Utilizando o conceito Lean Manufacturing e baseada na linha já em operação na Alemanha, conta com seis macro-processos, incluindo pré-montagens, montagens de chassi e motor, entre outros.

“A maneira como projetamos a linha foi inspirada na fábrica da Alemanha, em que o colaborador realiza todas as operações e processos de maneira organizada, se movimentando o mínimo possível entre os postos, visando ergonomia, agilidade e qualidade no resultado final. Este tipo de linha de montagem também nos possibilita operar com estoque reduzido dentro do site, deixando à disposição dos colaboradores apenas os componentes necessários para a programação do dia”, explica José Lemos, diretor industrial da DAFRA.

Além disso, está em construção uma pista de testes exclusiva para o modelo que servirá como mais um processo de apoio à inspeção final de qualidade, que conta também com outros pontos de avaliação durante a montagem. O teste de rodagem avaliará freios (com e sem o auxílio do ABS), injeção eletrônica, possíveis ruídos, dirigibilidade, parte elétrica, troca de marchas e funcionalidade geral da motocicleta.