Competição Fórmula SAE bate recorde de inscrições

Competição Fórmula SAE bate recorde de inscrições

Competição Fórmula SAE bate recorde de inscrições

Dezenove equipes estão inscritas na Competição Fórmula SAE BRASIL-PETROBRAS, agendada para novembro, em Americana, SP

A VI Competição Formula SAE BRASIL-PETROBRAS, que será realizada de 6 a 8 de novembro, no Campo de Provas da Goodyear, em Americana, SP, bateu recorde de inscrições. Vinte equipes de carros tipo fórmula, projetados e construídos por mais de 250 estudantes de engenharia, de instituições de ensino de seis Estados do País e da Venezuela, irão participar da competição. Em 2008 foram 15 equipes.

Para a SAE BRASIL, o crescimento do número de equipes é fruto da contribuição que o Projeto Fórmula SAE oferece ao complementar a formação acadêmica e aproximar os participantes do ambiente profissional, que é o mundo do automobilismo. -Exemplo disso é que já temos ex-participantes da competição atuando em equipes de F1, Stock Car e Porsche GT3 Cup Challenge Brasil, e a expectativa é que cada vez mais estudantes consigam atingir seus objetivos-, diz Leandro Siqueira, diretor geral do Comitê Organizador Fórmula SAE.

Siqueira aponta, ainda, o desempenho que as equipes brasileiras apresentam nas competições da SAE International. Este ano, a equipe do Centro Universitário da FEI, de São Bernardo do Campo, SP, conquistou a 10ª colocação na Fórmula SAE Michigan, nos EUA. Na competição, que reuniu 97 projetos também do Japão, Canadá, Venezuela, Coréia do Sul, Singapura, Áustria e Estados Unidos, apenas 33 equipes conseguiram completar todas as provas, uma delas a FEI.

Fórmula SAE 2009 – Entre as 20 equipes inscritas, na competição em Americana, 10 são de São Paulo, três do Rio de Janeiro. Bahia e Minas Gerais serão representados por duas equipes cada. Os Estados do Paraná e Paraíba (este é estreante) serão representados por uma equipe cada. A Venezuela também conta com uma equipe inscrita. Esta é a primeira vez que a competição registra a participação de equipe de outro país.

Durante a competição, os carros serão avaliados por especialistas da indústria da mobilidade, desde a concepção técnica (projeto, relatórios de engenharia e inspeção técnica de segurança) até a viabilidade comercial (relatório de custos e apresentação do produto). Além disso, os veículos enfrentarão provas dinâmicas, como prova de aceleração lateral, manobrabilidade, e a prova mais esperada: o enduro, que testa desempenho, resistência e consumo.

Ao final da competição, a equipe que obtiver a melhor pontuação na soma geral das provas poderá representar o País na tradicional competição da SAE International, em Michigan, nos EUA, em 2010.

Carros – Surgidos em 1978, nos EUA, os veículos Fórmula SAE possuem motores 4-tempos têm cilindrada máxima de 610 cm³ e a construção do veículo deve obedecer às normas do regulamento da competição, disponível no site da associação www.saebrasil.org.br. Atualmente, as competições de carros Fórmula SAE são realizadas nos EUA, Inglaterra, Alemanha, Itália, Japão, Austrália e no Brasil, que ingressou no circuito em 2004. A Fórmula SAE BRASIL-PETROBRAS visa fomentar a especialização técnica da engenharia da mobilidade brasileira.

Besaliel Botelho, presidente da SAE BRASIL, destaca que as competições estudantis da associação impõem um rico desafio ao futuro engenheiro, porque envolvem desde o projeto e desenvolvimento do veículo até a realização de testes no protótipo. -Os estudantes trabalham em equipe não somente para conceber e elaborar o projeto, mas para construí-lo e colocá-lo em prova, sempre de acordo com o regulamento técnico da competição-, afirma Botelho. Segundo o executivo, esses quesitos ajudam o futuro profissional a chegar mais preparado ao mercado.

BAHIA – Faculdade Tecnológica Senai Cimatec – equipe Fast Track

MINAS GERAIS Centro Federal Educação Tecnológica de Minas Gerais (Cefet) – equipe Cefast
Universidade Federal de Minas Gerais – equipe Toronado

PARAÍBA – Universidade Federal da Paraíba – equipe Fórmula UFPB

PARANÁ – Universidade Tecnológica Federal do Paraná – equipe UTFP Racing.

RIO DE JANEIRO Centro Federal Educação Tecnológica do Rio de Janeiro (Cefet) – equipe FSAE Cefet-RJ.
Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) – equipe Ícarus
Universidade Federal Fluminense (UFF) – equipe Buffalo

SÃO PAULO Centro Universitário da FEI – equipe Fórmula FEI
Escola de Engenharia de São Carlos da USP – equipe Solid Edge EESC-USP.
Escola Politécnica da USP (Poli USP) – equipe Poli Racing.
Faculdade de Engenharia de Sorocaba (Facens) – equipe V8.
Instituto Mauá de Tecnologia – equipe Mauá Racing.
Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) – equipe FSAE Unicamp.
Universidade Estadual Paulista de Guaratinguetá (Unesp) – equipe Unesp Racing.
Universidade Paulista campus Ilha Solteira (Unip) – equipe Fênix Racing.
Universidade Paulista campus São Paulo (Unip SP) – equipe Fórmula Unip.
Universidade Paulista campus Sorocaba (Unip Sorocaba) – equipe Unip Racing.

VENEZUELA – La Universidad Del Zulia – equipe Formula SAE-LUZ.