CPTM amplia horário do programa Ciclista Cidadão

A partir do próximo sábado, dia 20, os ciclistas terão mais tempo para embarcar nos trens da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos). O horário do programa Ciclista Cidadão, que permite o transporte de bicicletas no sistema aos sábados, domingos e feriados, foi ampliado.

Aos sábados, o acesso será permitido das 14h até o fim da operação comercial, à 1 hora da madrugada do domingo. Aos domingos e feriados, o programa Ciclista Cidadão funcionará durante todo o período de operação, das 4h à meia-noite.

No Metrô, além da ampliação do horário aos sábados, domingos e feriados, o acesso com bicicleta será permitido também de segunda a sexta-feira, a partir das 20h30.

Ciclista Cidadão – O programa Ciclista Cidadão foi lançado em fevereiro de 2007 pela Secretaria dos Transportes Metropolitanos, em ação conjunta entre a CPTM e o Metrô. Consiste na permissão do acesso de bicicletas aos trens como incentivo ao uso desse meio de transporte que, a exemplo do trem, não polui.

Desde o seu lançamento, foram registrados 43.181 acessos de usuários com bicicletas, na CPTM. Desse total, 28.091 ocorreram neste ano, de janeiro ao dia 7 de setembro, superando em quase 50% o total do ano passado.

Para entrar na estação, o portador do veículo deve sempre procurar um empregado da CPTM. Depois de validar o bilhete no bloqueio eletrônico, após o giro do tripé, ele terá sua passagem liberada. Na saída, o procedimento é semelhante; ou seja, o funcionário também deve ser informado.

É autorizada a entrada de uma bicicleta convencional por usuário, que deverá mantê-la sempre ao lado do corpo. Não é permitido montá-la durante a permanência nas dependências da estação, incluindo passarelas e rampas de acesso, áreas de circulação interna e interior das composições. Ciclista menor de 12 anos deve estar acompanhado por um dos pais ou responsável, que se encarregará de levar a bicicleta.

A bicicleta só pode ser carregada pelo usuário através de escadas fixas e, por segurança, após a liberação das mesmas pelos passageiros. Também não pode ser carregadas em elevadores e escadas rolantes. A viagem será sempre feita no último carro, dando prioridade aos demais usuários.