Creso Franco, presidente da Dafra Motos

Creso Franco, presidente da Dafra Motos

Creso Franco, presidente da Dafra Motos

Fila de espera – Em seis meses de operação, as vendas da Dafra Motos superam as expectativas e obrigam a montadora a duplicar a produção para atender à demanda.

Caçula do segmento de duas rodas, a Dafra superou as expectativas do próprio Grupo Itavema, do qual faz parte. Em apenas seis meses, a montadora que usa tecnologia chinesa já ocupa a quinta posição no ranking de vendas, segundo dados da Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores). Cerca de 16 mil motocicletas e scooters da marca foram emplacadas no primeiro semestre, o que representa 1,69% do mercado.

Como resultado do sucesso, o presidente da Dafra Motos, Creso Franco, revela que a capacidade da linha de montagem terá de ser duplicada, passando para 600 motos/dia. Além disso, para se adequar às novas normas de emissão de poluentes em 2009, a montadora inaugura no segundo semestre seu laboratório de controle de emissão de poluentes. Com isso quer também investir em novos modelos. Entre eles, a Horizon 250, a primeira custom da marca que deve chegar até o final do ano. Confira abaixo a entrevista com Creso Franco.

INFOMOTO – Qual o balanço que o Sr. faz deste início de operação da Dafra?
Creso Franco – Altamente positivo. Os emplacamentos ficaram acima das previsões. Só em junho comercializamos cerca de 9 mil motos. De acordo com o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), a Dafra superou alguns de seus concorrentes em importantes capitais, chegando a atingir 9% do mercado. Para alcançar estes números, temos mais de 210 pontos de vendas, uma completa assistência técnica e um grande estoque de peças.

INFOMOTO – Nesse ritmo, a Dafra deve superar as 60 mil motos até o final do ano ?
Creso Franco – Esse resultado aponta que ultrapassaremos a meta inicial. Em função da boa aceitação dos modelos no mercado e a forte atuação da rede de concessionárias há uma expectativa de encerrarmos 2008 com cerca de 80 mil motos comercializadas.

INFOMOTO – A Speed 150 é mesmo o “carro chefe” da Dafra?
Creso Franco – Sim. O modelo street tem uma boa aceitação. Hoje, a Speed 150 representa cerca de 60% de nossas vendas. Porém a demanda de mercado é maior. Alguns modelos, por exemplo, a Speed e a Kansas tem fila de espera.

INFOMOTO – O que a empresa está fazendo para atender acompanhar a demanda?
Creso Franco – Estamos duplicando a linha de montagem. Implantaremos o terceiro turno na fábrica, que já está sendo ampliada. Assim, dentro do mix de produtos, em um curto espaço de tempo fabricaremos 600 motos/dia.

INFOMOTO – Qual o próximo lançamento da marca?
Creso Franco – Estamos programando o lançamento da Horizon para agosto. O modelo custom estará equipado com motor de dois cilindros em “V”, será uma moto atraente e que seguirá a mesma proposta dos outros modelos Dafra: produto diferenciado a um preço justo. Já estamos pesquisando e desenvolvendo novos modelos que irão complementar a linha em 2009. Teremos boas novidades entre modelos com apelo mais esportivo, on/off-road e também uma CUB.

INFOMOTO – Em janeiro entra em vigor a terceira fase do Promot o que a Dafra está fazendo para atender aos limites de emissão de poluentes mais rígids. A Dafra vai apostar em modelos injetados ou apenas aperfeiçoará o sistema de exaustão?
Creso Franco – Em termos de tecnologia estamos investindo nas duas possibilidades. Nossa idéia e homologar as duas opções: injetada e carburada dos produtos que já estão em linha. Nos próximos dois meses tomaremos a decisão do que será feito para 2009. Mas uma coisa posso afirmar, para o próximo ano a Horizon 250 já será injetada.

INFOMOTO – Quando o laboratório de controle de emissão de poluentes ficará pronto?
Creso Franco – A Dafra está investindo R$ 8 milhões em um moderno laboratório de controle de emissão de poluentes do País. Devemos inaugurá-lo no final de julho. Em agosto estará em pleno funcionamento. Com o nosso próprio laboratório poderemos fazer todas as avaliações para a homologação de novos produtos e também o controle estatístico da produção. Isso garantirá ao consumidor que a moto Dafra estará de acordo com as especificações do Promot 3.

INFOMOTO – Quais os desafios que a montadora terá pela frente?
Creso Franco – Não estamos preocupados com a concorrência. A meta é ultrapassar a casa dos 60 mil motos e ampliar a rede de concessionárias para 300 pontos de vendas até meados de 2009. A Dafra está preocupada com um crescimento sustentado, traduzido no laboratório de testes e desenvolvimento de novos produtos. Estamos trabalhando muito próximo da rede para, assim, garantir um bom atendimento aos nossos clientes. Para cuidar da área de engenharia da qualidade convocamos Rodrigo Villas. O profissional terá a missão de cuidar de um dos nossos principais focos: a qualidade de nossas motocicletas.