Moto no cruzamento levou a pior; quem é o culpado?

Cruzamento de vias, de quem é a preferência?

Dicas de trânsito, por Alessandro Ferro

Segundo estatísticas, 60% dos acidentes de trânsito no Brasil ocorrem nos cruzamentos de vias. Em cruzamentos equipados com semáforos, placa PARE ou Dê a preferência, não há problema, basta respeitar a sinalização.

Moto no cruzamento levou a pior; quem é o culpado?

Moto no cruzamento levou a pior; quem é o culpado?

Porém, e nos cruzamentos que NÃO tem nenhum tipo de sinalização, existem regras?

SIM, existem regras!

Ao contrário que muitos pensam a preferência de passagem em cruzamentos não sinalizados, não necessariamente será de quem transita por uma avenida ou rua mais movimentada.Vejamos o que diz o Código de Trânsito Brasileiro (CTB):

Art. 29. O trânsito de veículos nas vias terrestres abertas à circulação obedecerá às seguintes normas: III – quando veículos, transitando por fluxos que se cruzem, se aproximarem de local não sinalizado, terá preferência de passagem:

a) no caso de apenas um fluxo ser proveniente de rodovia, aquele que estiver circulando por ela;

b) no caso de rotatória, aquele que estiver circulando por ela;

c) nos demais casos, o que vier pela direita do condutor.

Então, a preferência de passagem será daquele veículo que vier a sua DIREITA, independentemente por qual tipo de via ele esteja transitando, exceto os veículos que transitam por rodovias, estes terão preferência de passagem.

Gostou da dica? Assista ao Programa Trânsito Seguro e fique por dentro das regras de trânsito!Informar e Educar para um trânsito mais humano, seguro e sem acidentes, este é o meu propósito!!

Alessandro Ferro é Cabo da Polícia Militar do Estado de São Paulo (CPTran), desde 1993. Formado em Políticas Públicas de Segurança, Pós-graduado em Educação e Gestão Ambiental, Instrutor e Examinador de Trânsito, Diretor de Ensino e Geral de CFC credenciado pelo DETRAN de São Paulo e apresentador do Programa Trânsito Seguro.