O alto custo do seguro de motocicletas faz o consumidor buscar soluções alternativas para proteger seu veículo de duas rodas

Curitiba e Porto Alegre contam agora com rastreamento de motos

O alto custo do seguro de motocicletas faz o consumidor buscar soluções alternativas para proteger seu veículo de duas rodas

O alto custo do seguro de motocicletas faz o consumidor buscar soluções alternativas para proteger seu veículo de duas rodas

Já que o seguro de motocicletas ainda é caro no Brasil, uma alternativa menos onerosa é a instalação de rastreadores que permitam rastrear e localizar motos furtadas ou roubadas, em qualquer lugar do país e nos países com fronteira limítrofe.

Um produto totalmente desenvolvido para motos, lançado comercialmente em São Paulo, acaba de chegar a Porto Alegre (RS) e Curitiba (PR). O Tracker Moto é um equipamento pequeno, blindado, resistente a temperaturas altas, trepidações, poeira, água e com consumo muito baixo de bateria. O produto, testado e bem sucedido no mercado paulistano, já tem mais de 66 homologações em vários tipos de motocicletas, sendo alternativa de solução para o roubo e furto.

“As homologações são essenciais para o perfeito funcionamento do equipamento e colocação em local, que impeça a ação dos criminosos”, explica o presidente do Grupo Tracker, Álvaro Velasco.

Os modelos já homologados são das marcas Kawasaki, Triumph, Honda, Yamaha, Suzuki, Kasinski, BMW, Dafra, Can-Am, MV Agusta, Ducati e Harley Davidson, nos segmentos speed, naked, custom e trail.

Nos dois estados, onde o Tracker Moto está sendo lançado, o Grupo Tracker realiza há mais de uma década operação com rastreamento e monitoramento de veículos de quatro rodas. Somente em 2012, na base de dados da empresa, o Rio Grande do Sul foi o terceiro estado com o maior índice de roubo e furto, seguido do Paraná. Nos dois estados, os índices de recuperação são muito expressivos: 97,3% no RS e 91,6% no PR. No RS foram 221 veículos roubados ou furtados e 215 recuperados pela polícia, com localização feita pelas equipes de pronta resposta da empresa de rastreamento. No Paraná foram 155 eventos e 142 recuperações.

O diferencial do Tracker Moto é o consumo de bateria que é de apenas 1 mA/h, o equivalente a uma lâmpada de led, não interferindo no desempenho da moto. “O equipamento foi desenvolvido especialmente para veículos de duas rodas, não é um produto para carros que foi adaptado”, lembra Álvaro Velasco.

O Tracker Moto utiliza a tecnologia de radiofrequência, que permite o rastreamento e a localização mesmo em lugares fechados, como túneis, garagens, subsolos e galpões, sem interferência e interrupção do sinal ou área de sombra. A parceria do Grupo Tracker com empresas em toda América Latina permite que uma moto roubada continue sendo rastreada, mesmo que o criminoso atravesse a fronteira do Brasil com os países  vizinhos.