GS_Trophy2016_destaque

Dada a largada para o BMW GS Trophy International 2016

Após meses de preparação e expectativa, teve início na manhã do último domingo (28) a 5ª edição do BMW Motorrad GS Trophy International, em Chiang Mai, na Tailândia.

O BMW Motorrad GS Trophy International 2016 está sendo realizado na Tailândia

O BMW Motorrad GS Trophy International 2016 está sendo realizado na Tailândia

O ronco dos motores das motocicletas BMW R 1200 GS marcou a largada do maior evento de esportes a motor e aventura realizado pela BMW Motorrad, a divisão de duas rodas do BMW Group, e que segue até o próximo dia 5 de março. Esta edição do BMW GS Trophy International reúne 57 representantes de 25 países, divididos em 19 equipes. O Brasil está representado por Fernando Deneka, Sandro Ceratti, Felipe Limonta e pelo jornalista Lucas Paschoalin.

Equipe brasileira no BMW Motorrad GS Trophy International 2016 – (da esq. para dir.) Fernando Deneka, Sandro Ceratti, Lucas Paschoalin (jornalista) e Felipe Limonta

Equipe brasileira no BMW Motorrad GS Trophy International 2016 (da esq. para dir.) Fernando Deneka, Sandro Ceratti, Lucas Paschoalin (jornalista) e Felipe Limonta – divulgação

Após dois dias de provas, a equipe sul-africana lidera a competição, com 85 pontos, seguida pelo Reino Unido (76 pts.), em 2º, e pelo time da América Latina (74 pts.). Os brasileiros ocupam atualmente a 10ª colocação, com 57 pontos.

O BMW Motorrad GS Trophy 2016 teve início com um percurso de aproximadamente 50 quilômetros por estradas de terra, que incluiu passagens por vilarejos e plantações de arroz, até o local onde foi realizado o primeiro estágio especial. A prova consistiu em conduzir a pé duas motos com motores ligados por uma trilha cheia de obstáculos e que levava às ruínas de uma ponte abandonada. Entre as tarefas, os integrantes dos times deveriam empurrar as motos por rampa íngreme para depois levantá-las a mais de um metro do chão. Detalhe: cada moto pesa cerca de 240 quilos.

Para vencer o estágio, as equipes deveriam cumprir o trajeto no menor tempo possível. A equipe alemã saiu na frente. Por terem sido os primeiros a encarar a prova, os brasileiros ficaram sem referências e não tiveram bom desempenho. Na sequência, as equipes enfrentaram mais 57 quilômetros de trilhas em piso seco, mas ainda assim com grandes poças de lama e atoleiros difíceis de superar, que surgiram após uma chuva torrencial e fora de época que atingiu o local.

O segundo e último estágio especial do dia consistiu em uma corrida, na qual cada equipe deveria percorrer um pequeno trecho em piso arenoso no maior tempo possível, já que, nesta tarefa, o equilíbrio e a perícia dos pilotos sobre as motos eram essenciais. Quem apoiasse os pés no chão ou deixasse a moto ‘morrer’ era penalizado. Os sul-africanos foram os mais lentos entre os 19 times e venceram o estágio. O primeiro dia de competições se encerrou com mais 63 quilômetros de percurso, entre belas paisagens de montanha e florestas, e a Argentina liderando o placar.

Mas se o primeiro dia de competição foi marcado por certa tranquilidade, o dia seguinte revelou um cenário completamente diferente e deu uma amostra de como serão as próximas etapas do evento. Os participantes levaram aproximadamente oito horas para cruzar cerca de 170 quilômetros de trilhas e o tempo de deslocamento mostrou o nível de dificuldade do percurso, que incluiu trechos de aclive acentuado, trilhas estreitas e de piso acidentado e rochoso. A prova, que contou com roteiros cronometrados, exigiu habilidade técnica dos competidores em altas velocidades. Nesta etapa, os sul-africanos se destacaram novamente e assumiram a liderança provisória da competição. Uma gincana em que os pilotos precisaram empurrar suas motos em fila indiana por alguns metros e voltar de costas fechou o segundo dia do evento.

provas de aptidão e agilidade sobre motocicletas enduro da marca e habilidades individuais e em grupo

O GS Trophy é composto por série de provas que testam ao limite a capacidade dos pilotos em várias situações off road, com atividades individuais e em grupo – divulgação

Sobre o BMW Motorrad GS Trophy

O GS Trophy é uma competição voltada a pilotos amadores que são clientes e entusiastas da BMW Motorrad e que agrega provas de aptidão e agilidade sobre motocicletas enduro da marca e habilidades individuais e em grupo. O GS Trophy já passou por países como Tunísia (2008), África do Sul/Moçambique/Suazilândia (2010), Argentina/Chile (2012) e Canadá (2014), e neste ano é realizado pela primeira vez no continente asiático. A equipe brasileira ganhou direito de participar da final mundial em Chiang Mai, na Tailândia, após vencer a etapa classificatória brasileira realizada em agosto do ano passado em Brotas, no interior do Estado de São Paulo.

Separador_motos