Foto: Divulga‡Æo

Daiane dos Santos é “madrinha” de projeto em Goiás

Foto: Divulga‡Æo

Foto: Divulga‡Æo

Goiƒnia (GO) – A ginasta Daiane dos Santos, patrocinada h  quatro anos pela Brasil Telecom, participa neste domingo em Goiƒnia da abertura oficial do projeto de inicia‡Æo esportiva batizado com o nome dela.

O objetivo do programa, criado pela Secretaria Municipal de Esportes e Lazer da cidade (SEMEL), ‚ estimular a inclusÆo social entre crian‡as e adolescentes por meio da gin stica art¡stica.

As atividades do projeto “Daiane dos Santos” tiveram in¡cio no mˆs passado e j  contam com 50 alunos de 4 a 17 anos. Um dos crit‚rios para que o jovem freqente as aulas ‚ que ele esteja devidamente em dia com todos os seus compromissos escolares. “Todos os munic¡pios deveriam ter atitudes como esta. Somente assim poderemos dar oportunidades para todas as crian‡as praticarem esporte”, explicou Daiane dos Santos.

Outro ponto positivo da iniciativa ‚ que crian‡as e adolescentes especiais (com qualquer tipo de deficiˆncia) podem participar. “Eu tenho muita vontade de trabalhar com crian‡as especiais quando encerrar a minha carreira. H  poucas  reas gratuitas de lazer e esporte nas cidades, ainda mais para os deficientes mentais. Por isso, Goiƒnia est  de parab‚ns”, concluiu a ginasta.

Vanderli Frare, gerente de patroc¡nios esportivos e qualidade de vida da Brasil Telecom, tamb‚m estar  na solenidade e concorda com Daiane. “Em um pa¡s com um cen rio carente na infƒncia e na juventude, esta ‚ uma grande realiza‡Æo. A Brasil Telecom se sente honrada em poder participar do evento, ainda mais com a homenagem a Daiane, que ‚ um exemplo a ser seguido.” O evento ter  ainda as presen‡as de Fl vio Cintra e Pedro de Moraes Jardim, diretores da filial de Goi s da Brasil Telecom.

As aulas do projeto “Daiane dos Santos” estÆo sendo realizadas nas dependˆncias do Clube Ja¢. De acordo com o secret rio municipal de Esportes Ruy Rocha, a meta ‚ ampliar os locais para a pr tica do esporte. “Nossa inten‡Æo ‚ de que, at‚ o final do ano, a gin stica ol¡mpica esteja difundida na capital do estado. Para isso, queremos colocar aulas em pelo menos quatro extremos de Goiƒnia”, observou.