goncalves-a-lavadinho

Dakar 2017, 11º dia: Paulo Gonçalves finalmente vence uma etapa

A etapa de hoje, a 11ª do Rally Dakar 2017, era a última chance para quem ainda almejasse posição melhor na competição. Muito longa, com 759 km, a etapa foi dividida em duas especiais mais curtas no começo e no final, com um deslocamento no meio. O português Paulo Gonçalves (Honda #17), finalmente venceu sua primeira etapa do Dakar e superou seu companheiro de equipe, Joan Barreda Bort (Honda #11), deixando-o mais de um minuto atrás.

Barreda (esq) e Gonçalves conversam antes do início da especial: troca de elogios

Barreda (esq) e Gonçalves conversam antes do início da especial: troca de elogios

O piloto da KTM  que lidera a competição nas Motos, o britânico Sam Sunderland (KTM #14) faz uma prova para “cumprir tabela”, e hoje foi o quinto colocado na etapa, 7 minutos atrás de Gonçalves, o suficiente para mantê-lo com uma vantagem de mais de meia hora na liderança da competição. Completaram o “top 5″ de hoje Adrien Van Bereven (Yamaha #6) e Gerard Farres Guell (KTM #8).

Gonçalves conquista sua primeira em etapas do Dakar

Gonçalves conquista sua primeira em etapas do Dakar

Quem deve estar lamentando muito a penalização sofrida na primeira semana pelo infração coletiva do regulamento é a equipe Honda (HRC), já que os resultados conseguidos por Barreda e Gonçalves nas etapas seguintes poderiam ter colocado um piloto HRC na primeira posição neste 39º Rally Dakar, o que quebraria a hegemonia da KTM na competição. Os austríacos da KTM já celebram a 16ª conquista consecutiva, já que o virtual campeão Sunderland dificilmente cometerá alguma erro na última etapa. Sobre isso, Sunderland comentou com bom humor: “Tenho 30 minutos de vantagem, gostaria que fossem 3 horas, mas estou feliz que não são apenas 30 segundos”.

Brasileiros

Na etapa de hoje apenas um brasileiro participou na categoria Motos, Richard Fliter (Honda #159), já que o catarinense Ricardo Martins precisou abandonar a competição na etapa de ontem em função de uma forte desidratação nas dunas a caminho de Córdoba. O piloto perdeu muito tempo e fez grande esforço para conseguir voltar para a competição e não conseguiu prosseguir. Mas Fliter segue para a chegada em Buenos Aires para representar os pilotos brasileiros nas Motos.

A etapa final amanhã (14/1), vai de Córdoba, passa por Santa Fé e chega em Buenos Aires, 786 km depois, e terá uma especial curta, com apenas 68 km, que parece não preocupar os competidores e, portanto, não deve promover grandes mudanças no resultado final.

Para saber como foram as etapas anteriores, clique:

Etapa 1 / Etapa 2 / Etapa 3 / Etapa 4 / Etapa 5 / Etapa 6 / Etapa 7 / Etapa 8 / Etapa 9 / Etapa 10

 

Classificação Dakar 2017 – 11ª etapa / MOTOS

P

#

Nome

País

Marca

1 17 Paulo Gonçalves Portugal Honda
2 11 Joan Barreda Bort Espanha Honda
3 6 Adrien Van Bereven França Yamaha
4 8 Gerard Farres Guell Espanha KTM
5 14 Sam Sunderland Inglaterra KTM
6 31 Pierre Alexandre Renet França Husqvarna
7 15 Michael Metge França Honda
8 67 Franco Caimi Argentina Honda
9 2 Stefan Svitko Eslováquia KTM
10 16 Matthias Walkner Austria KTM
66 159 Richard Fliter Brasil Honda

Classificação Dakar 2017 – Geral / MOTOS

P

#

Nome

País

Marca

1 14 Sam Sunderland Inglaterra KTM
2 16 Matthias Walkner Austria KTM
3 8 Gerard Farres Guell Espanha KTM
4 6 Adrien Van Bereven França Yamaha
5 11 Joan Barreda Bort Espanha Honda
6 17 Paulo Gonçalves Portugal Honda
7 31 Pierre Alexandre Renet França Husqvarna
8 67 Franco Caimi Argentina Honda
9 5 Helder Rodrigues Portugal Yamaha
10 27 Joaquim Rodrigues Portugal Hero Speedbrain
59 159 Richard Fliter Brasil Honda

dakar-pronto



Sidney Levy

Motociclista e jornalista paulistano, une na atividade profissional a paixão pelo mundo das motos e a larga experiência na indústria e na imprensa. Acredita que a moto é a cura para muitos males da sociedade moderna.