Max Nagl, ao centro, recente contratação do time oficial da Honda de MX

Dança das cadeiras no Mundial Motocross

Max Nagl agora é piloto da Honda

Max Nagl, ao centro, recente contratação do time oficial da Honda de MX

Max Nagl, ao centro, recente contratação do time oficial da Honda de MX

O alemão  Max Nagl era o ativo mais quente no mercado de pilotos. Após retornar de sua lesão do início do ano apenas no final da temporada, mostrou que pode andar na frente de todo mundo (exceto Cairoli). Nagl vem de um casamento de mais de uma década com a KTM e sua demissão foi, de certa forma, uma surpresa no paddock.

A turma da equipe Honda oficial operada pela italiana Martin Racing foi a vencedora da disputa e contrata o alemão por dois anos para competir ao lado do Russo Evgeny Bobryshev.

O português Rui Gonçalves dá lugar para Nagl após duas temporadas com resultados abaixo do esperado para a equipe. O alemão de 25 anos se prepara para ir ao Japão nas próximas semanas trabalhar no desenvolvimento de sua Honda 450 2013.

* * * * *

Kawasaki Racing Team assina com Jeremy van Horebeek; Gautier Paulin renova por 2 anos

Enquanto isso, a Kawasaki MX contrata Jeremy Van Horebeek

Enquanto isso, a Kawasaki MX contrata Jeremy Van Horebeek

Gautier Paulin venceu um GP esse ano No time verde o anúncio ficou por conta da renovação com o francês Gautier Paulin por mais dois anos. A nova face da equipe também veio da KTM. O belga Jeremy van Horebeek, terceiro colocado  na temporada da MX2, sobe de categoria e defende o time verde em 2013.

 

 

* * * * *

Max Anstie na Rockstar Suzuki Europe

Já na classe MX2 a equipe Suzuki anunciou a contratação do britânico Max Anstie, de 19 anos . Max é filho do ex-piloto Mervyn e foi sexto colocado em 2011, primeiro ano em que competiu a temporada inteira no mundial.
O piloto passou parte de sua adolescência nos Estados Unidos e acumula experiência no Supercross. Seus planos para 2013 incluem etapas do AMA Supercross Lites Oeste na primeira fase do ano antes do início do Mundial.

O contrato do piloto é de apenas um ano. Os rumores dizem que sua intenção é retornar aos Estados Unidos em 2014.

* * * * *

Outras mudanças


Quem deixa a equipe Suzuki MX1 é o piloto da Estônia Tanel Leok. Ele assinou com o time britânico Route 77 Honda para participar do campeonato inglês e do mundial.

Steve Ramon, campeão mundial MX1 2007, vai retornar às pistas. O belga fechou contrato com o time do antigo campeão mundial 500cc Dave Thorpe, o Buildbase Honda. O francês Nicolas Aubin também se junta à equipe que competirá no campeonato britânico. Não está claro se eles vão participar do mundial, ou não.