Primeira etapa SuperBike Brasil

Danilo Lewis cruza na frente na largada da SuperBike

O tradicional Autódromo Internacional de Interlagos foi palco, no último final de semana, da estreia da SuperBike Brasil 2016. O piloto Danilo Lewis (#17), da equipe Tecfil Racing Team, garantiu a vitória com o atual campeão Diego Faustino (#68), da equipe Honda, na sua cola. A próxima etapa acontece no dia 22 de maio, também no circuito paulista.

Além de habilidade, Lewis contou com a sorte. Ele não participou dos treinos de sexta, e garantiu apenas a sétima colocação no grid de largada. Depois de fazer três ultrapassagens, deixando José Luiz “Cachorrão” (#51), Diego Pretel (#88) e Maico Teixeira (#36) para trás, a corrida teve uma relargada, em sua décima volta. Neste momento, Lewis encostou nos melhores colocados, iniciando um pega que só encerraria com a bandeirada final.

A partir de então, Danilo, Diego Faustino , da Honda Mobil, Wesley Gutierrez (#134), da Kawasaki SuperBike Team, e Sebastiano Zerbo (#81), da Alex Barros Racing Team, chegavam na reta dos boxes praticamente lado a lado, e a ordem dos pilotos era definida basicamente pelo tempo de frenagem na entrada do ‘S’ do Senna. Isso se repetiu até a última volta.

Wesley Gutierrez errou o tempo de frenagem e passou reto numa curva. Depois, Zerbo cometeu uma pequena falha e acabou abrindo caminho para Lewis assumir a ponta. Neste momento, o piloto abriu uma vantagem para Faustino e recebeu a bandeira quadriculada em primeiro. Faustino terminou a prova logo atrás, com Zerbo em sua cola – a cinco milésimos – na terceira posição. Diego Pretel garantiu o quarto lugar, e José Luiz “Cachorrão” chegou em quinto.

Pela categoria Pro Amador, o vencedor foi Fábio Nallin (#47), da equipe Misano Racing. A segunda posição ficou com Jeferson Marchesin Friche (#6), da HG Motos Racing, seguido por Sharbel El Hajjar (#23), da Tom Racing, em terceiro. Na Pro Estreante, venceu Luciano Pokemon (#77), da Pkm Racing, com Juracy Rodrigues “Black” (#560), da equipe Black Day Racing Team, que havia liderado todos os treinos, em segundo. Já na disputa da Pro Master o vencedor foi Elson Tenebra Otero (#2), da Suzuki/Econs/Best Riders. Jirios Semaan Abboud (#100), da equipe BH Racing, ficou em segundo.

Piloto sobe no pódio da primeira etapa do calendário

Piloto sobe no pódio da primeira etapa do calendário

Rodrigo Calmon Dazzi é o vencedor da SuperBike Light

O piloto Rodrigo Calmon Dazzi (#146), da equipe Giro Moto, foi o vencedor da primeira etapa da SuperBike Light. Ele largou em segundo e ficou na ponta até a prova entrar em bandeira vermelha e a relargada acontecer. A partir daí, Guto Figueiredo fez investidas e tomou a liderança – temporariamente. Entretanto, Dazzi, na sétima volta, uma linda ultrapassagem – onde as motos quase se tocaram – e retomou a ponta. Guto Figueiredo ficou com o segundo lugar no pódio, logo à frente de Fabio Martins (#12), da equipe Speed Racing, em terceiro.

Pela categoria SuperBike Light Master, o vencedor foi Marcos Senra (#67), da Moretti Racing Team. Alexandre Marzola (#00) garantiu a segunda posição, logo à frente de Marcos Ramalho (#9), da PRT, em terceiro.

Matheus de Oliveira Dias vence na SuperSport

A equipe Tecfil Racing Team comemorou mais um pódio no domingo. Seu piloto Matheus de Oliveira Dias (#70) realizou uma grande corrida e garantiu a vitória na primeira etapa da SuperSport. Ele, que é o atual campeão da categoria, largou em quinto e correu cabeça a cabeça com Lucas Bittencourt (#202), da Paulinho SuperBikes, Alex Schultz (#22), da Dynel’s Racing Team, e Pedro M. Sampaio (#2), da Pastorello Estruturas Metálicas, até receber a bandeirada. Schultz chegou em segundo, seguido por Pedro Sampaio.

Com folga, Samara Andrade vence na Ninja 600

Conformando seu favoritismo, Samara Andrade (#74), da equipe Tecfil Racing Team subiu no ponto mais alto do pódio na Copa Kawasaki Ninja 600. Ela foi a mais rápida na maior parte dos treinos livres e classificatórios, e garantiu a primeira posição na categoria.

Em uma prova tranquila, Samara conseguiu administrar a liderança e terminar a corrida com uma vantagem de sete segundos para o vice-líder, Douglas Tomé (#67), da equipe Viana Racing, que levou a segunda posição. Em sua cola, terminou Bruno Monteiro (#30), em terceiro.

Pela categoria SuperBike Light Master, o vencedor foi Waldemar Mendes (#62), da equipe Pkm Racing. Já a segunda posição ficou com Valter Rubino (#65), da Misano Racing Team.

Primeira corrida da SuperStreet tem Eliton Kawakami como vencedor

Foi mais uma corrida definida apenas na última volta e nos metros finais. Eliton Kawakami (#27), da equipe Playstation Yamaha, foi o mais rápido e venceu a primeira etapa da SuperStreet, categoria multimarcas com motos de 300 cilindradas que estreia nesta temporada do SuperBike Brasil. Na sua sombra estava Diogo Moreira (#20), da equipe Estrella Galicia 0,0 by Alex Barros, que chegou em segundo lugar.

Os dois adversários, visivelmente mais rápidos que os demais pilotos, disputaram a liderança e trocaram inúmeras vezes de posição. Enquanto Eliton, com sua Yamaha YZF-R3 azul, ganhava tempo nas frenagens, Diego Moreira, com sua Honda CBR 250R, dava o troco com uma maior aceleração e velocidade final nas retas. Eliton acabou cruzando a linha de chagada em primeiro, com uma distância de 34 milésimos para Diogo.

Fernando Santos venceu acirrada prova da Copa Ninja 300

Seis pilotos formaram um pelotão que se desgarrou dos demais adversários, e revezaram a liderança praticamente curva a curva na maior parte da prova. Fernando Santos (#234), piloto da equipe Tecfil Racing Team, estava neste bolo, e venceu a primeira etapa da Copa Kawasaki Ninja 300 por uma vantagem de apenas 24 milésimos. Mauricio Sagui ficou com a segunda posição, logo à frente de Sandro Paganelli, em terceiro.

Na Copa Kawasaki Ninja 300 Light, o vencedor foi Jeferson Souza (#707), da equipe Rodas Mil Competições. Derick Rene Litano Filipini (#227), da Castrol Team, foi o segundo a cruzar a linha de chegada, logo à frente de Ricardo Castilho (#71), da Tecfil Racing, em terceiro.

Arthur Costa assegura vitória na CBR500R

Largando em quinto e assumindo a segunda colocação logo na primeira volta, Arthur Costa (#99), da equipe Alemão Pneus, fez uma grande corrida e venceu a primeira etapa da Copa Honda CBR 500R. Depois de algumas reviravoltas nos pilotos que revezavam a liderança da prova, a bandeirada foi dada para Arthur em primeiro, Leo Tamburro (#53) em segundo, e José Duarte (#97) em terceiro.

Rafael Rigueiro (#52), da equipe MotoSchool Racing Team, venceu pela Copa Honda CBR 500R Light. A segunda posição ficou com Linda Raad (#49), da Moretti Racing Team, que terminou a prova logo à frente de Alexandre Dal’ Olio Franca (#82), da Fullmann SuperBike, em terceiro. Na categoria Junior, Rigueiro somou mais um primeiro lugar, à frente de Maria Fernanda Rocha (#22), da equipe Fullmann, em segundo.Separador_motos


TAG

Jornalista gaúcho convicto de que um passeio de moto em um dia de sol é a cura para praticamente todos os males da vida. Fã de motoaventurismo, competições de moto, café, praia e de rock n roll.