Foto: Danilo Lewis acelera pela primeira vez uma superbike em Curitiba (PR

Danilo Lewis parte para sua segunda corrida com uma Superbike

Foto: Danilo Lewis acelera pela primeira vez uma superbike em Curitiba (PR

Foto: Danilo Lewis acelera pela primeira vez uma superbike em Curitiba (PR

Apontado pela mídia especializada e pelos principais jornalistas do segmento motociclístico como uma das grandes revelações de 2010 na motovelocidade, Danilo Lewis parte para realizar sua última corrida do ano.

Marcada para acontecer no Autódromo de Interlagos, a 8ª. etapa do TNT Superbike marcará o encerramento da primeira temporada do Superbike Series, campeonato formado, além do TNT Superbike, pelo Pirelli Superbike, competição esta encerrada ainda em agosto, com a realização da quarta etapa.

Danilo Lewis começou o ano como o mais jovem piloto a disputar um campeonato de âmbito nacional. Aos 17 anos de idade, já acelerava sua motocicleta Honda CBR 600RR entre os maiores nomes da modalidade no Brasil e em razão de sua técnica apurada, sagrou-se vice-campeão do Pirelli Superbike na categoria Supersport 600. Além disso, ocupa a segunda colocação no Racing Festival, competição onde os pilotos correm com motos Honda CB 600F Hornet (a etapa final está marcada para acontecer no próximo dia 12 de dezembro, em Santa Cruz – RS).

Mas em razão de sua precocidade dentro das pistas, a equipe Pró Comps, da qual Danilo faz parte, achou que já era a hora de o piloto começar a disputar provas com uma moto de 1000 cm3. Após providenciarem uma motocicleta Honda CBR 1000RR Fireblade 2008 modelo 2009, Danilo partiu para realizar sua estreia durante a etapa anterior do TNT Superbike, disputada em Curitiba (PR). Mas além de ser uma estreia, Danilo também estava com o dedo mindinho de sua mão esquerda fraturado e sua motocicleta praticamente não tinha modificações que a deixassem tão competitiva quanto a de seus principais adversários.

Apesar de tudo isso, Danilo Lewis conseguiu anotar o 10º. melhor tempo nos treinos classificatórios e durante a corrida, conseguiu evoluir a ponto de terminar a prova na sexta posição, uma abaixo de uma vaga no pódio.

Agora, o piloto parte para sua segunda prova, confiante de que poderá brigar pela vaga que lhe escapou das mãos na corrida anterior. “Acredito que depois de passada a ansiedade da estreia, estou mais familiarizado com minha nova moto. Na etapa anterior, estava um pouco assustado com a potência e demorei um pouco para me encontrar sobre a moto, mas em Interlagos, além de conhecer melhor a pista, a moto terá recebido algumas melhorias que certamente a deixarão mais competitiva”, explica. “Dessa forma, estou certo de que terei condições de lutar por uma vaga no pódio e podem esperar que vou pra cima dos ponteiros desde o primeiro treino”, finaliza.

Já Carlos Silva, manager e chefe da equipe Pró Comps, explica as mudanças realizadas na moto de número 17. “Em nossa estreia em Curitiba, a moto tinha apenas um conjunto de ponteira e escape especiais, o que a deixava cerca de 30 km/h mais lenta na reta que as motos de nossos adversários, mas agora, além de a moto estar com um kit da Bazzaz, que melhora a alimentação e também possibilita trocas de marcha mais rápidas graças ao sistema ‘quick shift’, teremos também um amortecedor traseiro da Öhlins, que oferece maior tração e eficiência ao trabalho da suspensão traseira”, revela.

A 8ª. e última etapa do TNT Superbike acontece neste próximo final de semana, entre os dias 26 e 28, no Autódromo de Interlagos. Além de ser a corrida de encerramento do ano, ela será ainda mais especial por receber a etapa brasileira do Mundial FIA de GT1, prova que reúne os principais carros de gran turismo do mundo. A programação da competição está disponível no site www.superbike.com.br

O piloto Danilo Lewis conta com os patrocínios de Blog do Giglio, Ferramentas Corneta, Go! Motos, Udiaço e Ferzza Engenharia de Motores.