Foto: Piloto de 17 anos fará sua estreia sobre uma Honda CBR 1000RR em Curitiba (PR)

Danilo Lewis pilotará uma superbike pela primeira vez

Foto: Piloto de 17 anos fará sua estreia sobre uma Honda CBR 1000RR em Curitiba (PR)

Foto: Piloto de 17 anos fará sua estreia sobre uma Honda CBR 1000RR em Curitiba (PR)

Ele é um dos pilotos mais jovens da motovelocidade nacional e aos 17 anos de idade, Danilo Lewis já é apontado pela imprensa especializada como uma das grandes revelações surgidas este ano no cenário esportivo motociclístico.

Ocupando a vice-liderança tanto do Pirelli Superbike na categoria Supersport 600 Pró, como no Racing Festival (categoria 600cc), agora o jovem piloto de Osasco inaugura uma nova fase em sua carreira esportiva, já que neste final de semana, disputará a 7ª etapa do TNT Superbike competindo pela primeira vez com uma motocicleta de 1.000 cm3.

O objetivo é familiarizar-se com o comportamento e o estilo de pilotagem que uma moto deste porte exige, já que até hoje somente competiu oficialmente com motos equipadas com motores de 600 cm3 e realizou apenas um treino com uma moto de 1.000 cm3 mas de configuração bicilíndrica. Ano que vem, Danilo correrá na categoria máxima da motovelocidade nacional.

Danilo Lewis poderá dar este salto, graças ao aporte financeiro que recebeu de seu principal patrocinador, Luis Giglio, que viabilizou a compra de uma motocicleta Honda CBR 1000RR, a qual estreará este final de semana na pista do Autódromo Internacional de Curitiba (PR). Giglio mora na Europa e conheceu Danilo Lewis através de vídeos do piloto postados no You Tube. Impressionado com sua performance, decidiu iniciar conversações que resultaram em um acordo de patrocínio. Devido ao fato de estar mais próximo das sedes das principais equipes que disputam os Mundiais de MotoGP e de Superbike, Giglio está trabalhando com o objetivo de levar Lewis a disputar ano que vem algumas provas do Mundial de Moto2 ou mesmo do Campeonato Espanhol de Velocidade (CEV), um dos mais competitivos do planeta e celeiro que já revelou inúmeras estrelas.

Mas para este próximo final de semana, os planos de Danilo Lewis são mais modestos, mas nem por isso, menos ambiciosos. “Vou para Curitiba com o objetivo de dar o meu melhor dentro da pista e se os experientes bobearem, vou pra cima para brigar por um lugar no pódio, pois acredito que tenho potencial para estar lá já nesta primeira corrida”, avalia. Outro ponto que dificultará a vida do piloto em Curitiba, além da estreia, diz respeito ao seu equipamento. “A moto estará com o motor original e somente com acertos de suspensão, além de um conjunto de ponteira e escape da Akrapovic; já meus principais adversários competem com motos bem mais preparadas”, revela.

Esta etapa do TNT Superbike promete ser uma das mais emocionantes da atual temporada, tanto que muitos pilotos que participam do campeonato, estiveram participando no final de semana passado da Copa Mercosul, disputada nesta mesma pista, visando utilizá-la como um treino para a corrida deste final de semana. Além disso, Danilo Andric e Philippe Thiriet, que disputaram o Mundial de Superstock 1000 neste ano, também estarão na pista paranaense.

A 7ª. etapa do TNT Superbike começa a se desenrolar já a partir desta sexta-feira, com a realização das primeiras três sessões de treinos livres. No sábado acontecem os treinos classificatórios e a Superpole, treinos estes que formarão o grid de largada. No domingo, acontece o warm up às 10h15, enquanto que a corrida está marcada para às 12h30.

O piloto Danilo Lewis conta com os patrocínios de Blog do Giglio, Ferramentas Corneta, Go! Motos, Udiaço e Ferzza Engenharia de Motores.

Sobre o piloto

Danilo Lewis nasceu em Osasco no dia 20/11/1993 e tem 17 anos. Começou a correr no motocross aos 10 anos de idade na categoria 65cc, mas resolveu passar a treinar supermotard para desenvolver a velocidade, vindo a apaixonar-se pelo esporte. Em 2005 disputou sua primeira temporada na motovelocidade na categoria 125cc e no ano seguinte, migrou para a categoria 250cc Jr. do Brasileiro de Motovelocidade, vindo a tornar-se o único piloto estreante a vencer uma etapa na geral (Campo Grande-MS), finalizando a temporada na 6ª posição. Atualmente é um dos mais rápidos pilotos da modalidade do país, com propostas, inclusive, para competir no exterior em 2011.

Destaques
– Vice-campeão brasileiro Jr. Supermotard (2005)
– Campeão brasileiro Jr. Supermotard (2006)
– Vice-campeão brasileiro 250 Pró (2009)
– Campeão paulista 250 Pró (2009)
– Atual vice-líder Superbike Series – categoria 600cc