Dário Júlio e Sandro Hoffmann enfrentam o frio no Enduro de Guarapuava

Pilotos da equipe Honda terão de enfrentar as baixas temperaturas da região paranaense para vencer a 11ª e 12ª etapas do Campeonato Brasileiro de Enduro de Regularidade

Os pilotos da equipe Honda, Dário Júlio e Sandro Hoffmann, terão dois desafios neste final de semana (21 e 22). Além de vencer o Enduro de Guarapuava (PR), válido pela 11ª e 12ª etapas do Campeonato Brasileiro de Enduro de Regularidade, os dois terão de enfrentar também as baixas temperaturas da região paranaense. Dário Júlio, líder da competição, tem a missão de se garantir à frente para ganhar mais tranqüilidade. Já Hoffman, atualmente em terceiro, luta pela ascensão.

O líder garante que o maior obstáculo será vencer o frio. “Segundo a previsão do tempo, nós vamos sofrer bastante com as baixas temperaturas. Cheguei até a treinar de madrugada, mesmo assim, o frio aqui de Minas é bem menor que o de lá. Peguei só 15 graus e estes dias, a temperatura tem ficado até abaixo de z ero”, lembrou o mineiro.

Como esta é a primeira vez que a etapa faz parte do campeonato, nenhum dos pilotos que estão na ponta da competição tem a vantagem de conhecer bem o percurso. “Como esta é uma etapa nova, teoricamente, meus principais adversários têm o mesmo conhecimento que eu, já que o Sandro e o Jomar Greco são do Espírito Santo. Vamos correr de igual para igual. Ninguém leva vantagem neste ponto.”

Dário afirma que está bem preparado, com sua motocicleta Honda CRF 230R. “Estou com uma moto nova e pronto para aumentar minha distância do segundo colocado, para ganhar mais tranqüilidade até o final”, concluiu o piloto que soma até agora 196 pontos.

Sandro Hoffmann também acredita que a baixa temperatura possa atrapalhar. “O frio será um grande adversário. Segundo minhas informações esta semana o termômetro marcou dois graus, mas pode ser que o clima melhore um pouco até o final de semana. O importante é estar bem agasalhado”, indicou.

Nesta etapa, a meta de Hoffmann, com 177 pontos somados, é ultrapassar o segundo colocado, Jomar Greco, que possui oito pontos a mais que o capixaba. “É uma boa diferença, mas tenho como buscar estes pontos neste final de semana e seguir mais bem colocado para a etapa seguinte, em Cuiabá”, contou o piloto que entra na trilha com uma Honda CRF 250X.