Definidos os pilotos brasileiros para o Six Days

A CBM- Confedera‡Æo Brasileira de Motociclismo divulgou nesta ter‡a-feira os nomes dos 10 pilotos brasileiros que irÆo representar o pa¡s no International Six Days Enduro, a copa do mundo do motociclismo off road que ser  disputada de 3 a 8 de novembro em Fortaleza, no Cear , por 450 pilotos de 30 pa¡ses.

O Brasil ter  quatro paulistas, quatro mineiros, um do Distrito Federal e um catarinense.  a primeira vez que o Brasil participar  da prova em duas categorias: Trof‚u Mundial e Trof‚u Mundial J£nior.

Para avaliar e escolher os pilotos, a CBM organizou trˆs seletivas: a primeira foi feita em Belo Horizonte/MG, a segunda em Mogi da Cruzes/SP e a £ltima em Cabo Frio/RJ. Em cada local escolhido os terrenos simulavam as mesmas caracter¡sticas que os competidores irÆo encontrar no Six Days, como pisos seco e macio, de pedra ou areia, al‚m de muito calor. Ao todo 18 pilotos participaram das seletivas. Outro crit‚rio de sele‡Æo foi a performance dos pilotos nas etapas do Campeonato Brasileiro de Enduro.

Uma comissÆo formada por trˆs representantes da CBM se encarregou de avaliar v rios crit‚rios para a sele‡Æo, entre eles os preparos f¡sico e psicol¢gico, a velocidade, t‚cnica, resistˆncia do piloto e principalmente o comprometimento com a equipe. “Saber trabalhar em equipe ‚ um item fundamental”, afirma Bernardo MagalhÆes, integrante da comissÆo de seletiva da CBM e um dos pilotos da categoria Trof‚u. “Durante o ano, cada um corre por si e o individualismo prevalece, mas no Six Days ‚ diferente. Se nÆo houver um comprometimento de um piloto, a equipe inteira ‚ prejudicada”, afirma.

Bernardo fala com conhecimento de causa. Em 20 anos na carreira de piloto ele j  passou por 21 estados brasileiros e 16 pa¡ses. Participou de trˆs Six Days: em 2000 em Granada, 2001 na Fran‡a e no ano passado, na Rep£blica Checa. “Em rela‡Æo aos anos anteriores, o Six Days de 2003 s¢ tem o nome. Em Fortaleza, 70% da prova ser  em dunas, o que a torna diferente de todas realizadas nos £ltimos 77 anos”, diz ele. “Bˆ”, como ‚ conhecido, afirma que o Brasil formou equipes com ¢timos representantes, mas reconhece que nÆo ser  f cil quebrar a tradi‡Æo e o favoritismo dos europeus, principalmente dos finlandeses.

Trof‚u Junior
Jorge Balbi Junior (Honda 450 4 Tempos), MG
Felipe Zanol (Husqvarna 250 2 Tempos), MG
S‚rgio Klaumann (KTM 250 2 Tempos), SC
Diego Moraes (Gas Gas 125 2 Tempos), DF

Trof‚u Mundial
Bernardo MagalhÆes (KTM 250 2 Tempos), MG
Lu¡s Felipe Braga (KTM 250 2 Tempos), MG
Nielsen Bueno (KTM 450 4 Tempos), SP
M rcio Rog‚rio Nascimento (KTM 450 4 Tempos), SP
Stˆnio Pe‡anha (KTM 450 4 Tempos), SP
Alexandre Fernandes (KTM 250 4 Tempos), SP