Foto: Equipe contará com seis pilotos no Mundial de MX

Depois de um excelente resultado no México, Balbi está pronto para o Mundial de Motocross

Foto: Equipe contará com seis pilotos no Mundial de MX

Foto: Equipe contará com seis pilotos no Mundial de MX

Os excelentes resultados obtidos no Motocross das Celebridades, na cidade do México, deixaram o piloto da 2B Duracell Racing Jorge Balbi muito animado para a realização da antepenúltima etapa do Mundial de Motocross, que acontece neste fim de semana (21 e 22 de agosto) em Campo Grande, MS.

O piloto retornou às pistas na última semana e, no México, conseguiu resultados excelentes obtendo um terceiro e um segundo lugar nas duas primeiras baterias. Na segunda, Balbi ultrapassou a lenda Stefan Everts nas voltas finais.

“Era uma corrida sem muita pressão e o Everts está parado há muito tempo. Ele é uma grande lenda e óbvio que esse resultado não muda nem na minha vida nem na dele mas, de qualquer forma, é muito motivante e chegar na frente dele em uma bateria me faz chegar com a confiança em alta”, comentou o piloto.

Balbi explicou que o seu retorno a corrida no México foi muito importante para o seu retorno às pistas. “Com certeza foi a escolha ideal. As baterias eram curtas e a prova foi sem nenhuma pressão. O evento foi maravilhoso, com grande estrutura e com um clima muito divertido”, destacou.

Brasileiro melhor colocado no Mundial de 2009, Balbi foi o único do país a competir em uma etapa do Mundial este ano, quando participou da etapa dos EUA. Ainda sem estar 100% fisicamente, ele prefere não apostar em bons resultados.

“Quem sabe se eu entrar na pista sem pressão, igual foi no México não acabo conquistando um bom resultado? Minhas melhores provas no ano foram quando eu corri tranqüilo e ainda não sei como vou suportar uma bateria longa contra os melhores do mundo”, analisou.

Além dele, a equipe 2B Duracell Racing irá competir com mais cinco pilotos em Campo Grande. Cristopher “Pipo” Castro participa da MX1 e Adam Chatfield, Mariana Balbi e Gustavo Amaral da MX2. Além deles, Anderson Amaral também participará do evento, competindo no Troféu Honda para a nova geração do Brasil no esporte.

O retorno de Mariana Balbi é uma das grandes atrações da equipe. Ela foi destaque no Mundial do ano passado, quando se tornou a primeira mulher a se classificar para a bateria final e pontuar em uma etapa.

Este ano, ela espera fazer uma boa prova e, quem sabe, repetir o feito. “Ano passado corri na MX1 e, este ano, vou competir na MX2. É a moto com que eu venho andando durante todo o ano e a qual eu estou mais acostumada. Espero conseguir realizar uma boa prova”, comentou a mineira.