Direitos do Consumidor X Direito a Ampla Defesa

Direitos do Consumidor X Direito a Ampla Defesa

Direitos do Consumidor X Direito a Ampla Defesa

Queixa – Obrigada pelo retorno Conheço os meus direitos e tudo isso que vc disse é muito bonito. Mas enviei esse relato para o Motonline com o objetivo de divulgar o problema em um canal de imprensa. Afinal não é fácil ficar 30 dias sem a moto e deixar lá na concessionária até que a justiça resolva, ainda mais por um problema que não compromete a segurança. Talvez se fosse possível divulgar no canal, a montadora se preocupasse um pouco sobre a sua imagem. Agradeço pela orientação e atenção. Fernanda Copertino (30) Cotia, SP
– Todos nós amamos motociclismo, temos verdadeira paixão por nossas máquinas. Todavia, quando nossa motocicleta comprada com tanto suor, apresenta algum defeito, infelizmente, não podemos resolver a questão pela emoção, mas pela razão.
Motonline como veículo especializado, fiel a ética e ao ordenamento jurídico, não publicamos reclamações, sem antes ouvir a parte contrária, momento inclusive, que é dado ao fabricante ou a concessionária sanar o problema do consumidor. Considerando ainda, que por vezes, o problema nem chegou ao fabricante, via concessionário. Exemplos não faltam, sendo o mais recente, com a Dafra Motos que dado a oportunidade de resposta, não quis se manifestar. Refiro-me a matéria assinada pelo jornalista B. Barthô, colunista de Negócios.
Portanto, não negamos a cumprir nossa função, todavia, existe um trâmite legal para se viver em sociedade, feliz ou infelizmente.
Grande abraço e lembrem-se: pilote equipado.