Disco Flutuante e moto comprar

Disco Flutuante e moto comprar

Disco Flutuante e moto comprar

Eu tenho visto em diversas motos o tal “disco flutuante” e reparei que esse tipo de disco de freio possui um sistema de fixa‡Æo diferende do convencional. Sempre que leio a respeito de motos que possuem esse tipo de disco eu me pergunto: Qual a diferen‡a? Por que o usar o flutuante? O que isso representa em termos de melhoria na frenagem?
Henrique Mota
Colatina, ES
Henri, o disco flutuante, como o nome diz, tem a fixa‡Æo feita por meio de rebites flex¡veis, o que permite o movimento lateral de parte do disco. a explica‡Æo ‚ quilom‚trica, mas resumo assim: quando a moto entra na curva, freia ou passa em buraco, a suspensÆo dianteira “trabalha” em v rios sentidos, inclusive lateralmente. Como as pin‡as de freio sÆo fixadas nas “canelas” das suspensäes dianteiras, elas tamb‚m se movimentam em v rios sentidos. Se o disco fosse fixo, essa movimenta‡Æo afastaria as pastilhas de freio e quando o motociclista fosse frear iria comprimir a manete e nada aconteceria, porque as pastilhas precisam ser “bombeadas” para voltarem … posi‡Æo original. Quem teve Yamaha RD 350 conhece muito bem isso. No caso dos discos flex¡veis, eles “trabalham” junto com as pin‡as e mantˆm as pastilhas na distƒncia correta.  isso.

Que moto comprar
Bem, estou com uma d£vida comum de muitos consumidores que pretendem comprar uma moto. Mais precisamente, uma moto de 125/150cc. E o que preciso ‚ de uma moto: econ“mica, barata, pouco visada para roubo, confort vel e de manuten‡Æo barata. Dif¡cil escolha, j  que no mercado existem muitas motos que se encaixam nesses quesitos. E o meu uso seria di rio, de casa para o trabalho (curta distƒncia) e uns passeios no final de semana com a esposa. Como moro em SÆo Paulo, nÆo sei quais as motos mais visadas, o que sugiro uma mat‚ria a respeito. Bem, agrade‡o desde j  a aten‡Æo e a opiniÆo de vcs ser  importante na decisÆo de compra de minha pr¢xima moto.
Marcelo Kitamura
SÆo Paulo
Queridos sobrinhos, quando perguntarem ao Tio Tite “que moto eu compro”, mandem junto a quantia que pretendem gastar, porque posso recomendar a compra de uma Honda CB 125S de 1974 e isso pode nÆo agrad -los. No caso do Marcelo, existem realmente v rias op‡äes e eu nÆo doido a ponto de falar “compre tal” porque nÆo sei quanto ele quer gastar. Al‚m disso nÆo existe “moto menos visada por ladräes”, basta ter duas rodas e um motor para estar sujeito a ser enquadrado. O problema ‚ de seguran‡a p£blica e nÆo do tipo de moto que se est  usando. Em SP j  roubaram Harley, Triumph. BMW e Ducati. Para este tipo de utiliza‡Æo e sem preocupa‡Æo com dinheiro a gastar, eu recomendaria a Bros 150, principalmente porque pretende levar garupa. A Yamaha XT 225 tamb‚m ‚ uma boa op‡Æo, mas ela est  com os dias contados porque deve pintar a XT 250 em breve.