Velocross

Disputas acirradas marcam a segunda etapa do Brasileiro de Velocross

Stedile ficou com dois terceiros lugares

Stedile ficou com dois terceiros lugares

As disputas da segunda etapa do Campeonato Brasileiro de Velocross agradaram ao público neste fim de semana, dias 14 e 15 de abril, na cidade gaúcha de Pinhal da Serra. Paulo Stedile representou a  equipe Pro Tork e garantiu o terceiro lugar no pódio das categorias VX1 e VX2.

O curitibano largou mal na VX2 e investiu em uma prova de recuperação. Aos poucos, Stedile foi ganhando posições. O piloto já era terceiro quando passou a pressionar os irmãos Lucas e Mateus Basso. Eles cruzaram o arco de chegada muito próximos, porém, Stedile não conseguiu a ultrapassagem.

Na VX1, o atleta largou melhor e nas primeiras voltas já ocupava o terceiro lugar, enquanto Lucas e Mateus lideravam. Stedile ultrapassou Lucas, mas foi bloqueado por Mateus e o adversário retomou a posição. Lucas passou Mateus e Stedile também conseguiu deixá-lo para trás, mas cometeu alguns erros que o fizeram voltar para o terceiro lugar.

Stedile já está em Curitiba (PR) e nos próximos dias foca sua preparação para a segunda etapa do Campeonato Brasileiro de Cross-Country, que será realizada neste fim de semana, dias 21 e 22, em Goiás (GO).

A terceira etapa do Brasileiro de Velocross acontece nos dias 12 e 13 de maio, em Sete Quedas (MS). Mais informações no site da Confederação Brasileira de Motociclismo: www.cbm.esp.br.