kawasaki-z1000-zx-10rr-11

Dose dupla! Kawasaki anuncia ZX-10RR e Z1000 R no Brasil

Aficionados por velocidade acabaram de receber da Kawasaki novos motivos para sonhar – em alta velocidade, claro! A marca japonesa anunciou hoje que disponibilizará no Brasil a Z1000 R Edition 2018, uma edição especial da consagrada naked, e a Ninja ZX-10RR, seguindo a receita multicampeã das pistas. Elas estarão à venda nas concessionárias já a partir de julho, custando R$ 60.990,00 e R$ 83.990,00, respectivamente.

Kawasaki divulga mais duas motos de sua linha 2018: Z1000 R Edition e ZX-10RR. Recentemente, a marca anunciou as novas Ninja 1000 e 650, a Versys 300 e lançou a Z650. Muitas novidades verdes no mercado!

Kawasaki divulga mais duas motos de sua linha 2018: Z1000 R Edition e ZX-10RR. Recentemente, a marca anunciou as novas Ninja 1000 e 650, a Versys 300 e lançou a Z650. Muitas novidades verdes no mercado!

ZX-10RR, ainda mais próxima de uma SuperBike

A ZX-10R carrega consigo a glória de conquistar três títulos (2013, 2015 e 2016) do Mundial de SuperBike (WSBK) e é, segundo a marca, a versão ‘standard’ da ZX-10RR. Além de mais um R no nome, o novo modelo trás de série alguns itens que a fazem uma moto ainda mais perto de uma máquina para as pistas, com novidades mecânicas, estéticas e eletrônicas. Um dos pontos altos do modelo é a adoção do Kawasaki Quick Shifter, sistema que possibilita mudanças de marcha tanto para cima quanto para baixo no pedal de câmbio (como ocorre em motos de pista) sem o uso da embreagem.

Com potência e eletrônica de sobra, ZX-10RR está muito próxima de uma SuperBike... não é à toa que detém o título do WSBK

Com potência e eletrônica de sobra, ZX-10RR está muito próxima de uma SuperBike… não é à toa que detém o título do WSBK

No motor, principais novidades ficam a cargo do novo cabeçote, que dispõe da folga necessária para a instalação dos cames do eixo de comando compõe o que a marca chama de ‘kit de corrida’. Além disso, a carcaça do motor foi reforçada e as passagens conectadas entre os cilindros ficaram mais estreitas e a espessura da parede foi aumentada. No final das contas, o motor quatro cilindros, DOHC, de 998 cm³ desenvolve 200 cv a 13 mil rpm, e 11.57 kgf.m de torque, a 11.500 rpm.

No tocante à dirigibilidade,  Ninja ZX-10RR vem equipada com rodas em alumínio de sete raios, desenvolvidas em parceira com a Marchesini – empresa ligada ao Grupo Brembo que atua nos segmentos de pesquisa e inovação e atende diversas equipes do MotoGP e do WorldSBK. Além disso, a nova Ninja vem de série com pneus Pirelli Diablo Supercorsa SP, modelo homologado para pilotagem urbana e que oferece performance de corrida. Além das exclusividades do lançamento, o novo modelo conta com diversos recursos e componentes iguais aos da ZX-10R, como o sistema de freios antiblocantes KIBS, controle de tração S-KTRC com unidade de medição inercial IMU incorporado, controle de largada KLCM, e modos de potência. O modelo está disponível apenas na cor Flat Ebony.

Kawasaki Z1000 R Edition 2018: o preço da exclusividade

A edição especial ‘R’ tem com elementos estéticos exclusivos que lhe garantem um visual ainda mais agressivo – e exclusivo – que a Kawasaki Z1000. Na lista, entram grafismos em amarelo que contrastam com a sua cor predominantemente escura, realçando o conceito de design Sugomi (desenvolvido pela Kawasaki para a sua linha Z), protetor do tanque (tank pad) que vem com a inscrição ‘R Edition’ e, na parte traseira do assento, a letra ‘Z’ grafada no couro.

Edição especial Z1000 R esbanja agressividade e exclusividade. E cobra seu preço: R$ 60.990,00

Edição especial Z1000 R esbanja agressividade e exclusividade. E cobra seu preço: R$ 60.990,00

Além do visual, a Z1000 R Edition conta com outras exclusividades que fazem jus ao acréscimo de aproximadamente R$ 8 mil em relação ao modelo ‘standard’. Algumas delas são a suspensão traseira com amortecedor a gás da Öhlins e o freio dianteiro, assinado pela Brembo, que conta com disco duplo semiflutuante de 310 mm, pinças duplas monobloco M50 e quatro pistões opostos. Na roda traseira, o mesmo sistema da Z1000 convencional, com disco simples de ø250 mm com uma pinça e pistão único.

A naked também compartilha outras atualizações concebidas à Z1000 2018, como o novo painel de instrumentos, que agora conta com indicador digital de marchas.  O motor tetracilíndrico de 1043 cm³ recebeu ajustes em sua ECU (Unidade de Controle Eletrônico), e com isso passou a oferecer uma entrega de potência mais suave, além de reduzir a emissão de poluentes e atender ao PROMOT 4. O propulsor gera 142 cv a 10 mil rpm. A Z1000 R Editon 2018 está disponível nas cores Metallic Spark Black e Metallic Graphite Gray.

Separador_motos

Fonte: VGCOM; Kawasaki



Jornalista gaúcho convicto de que um passeio de moto em um dia de sol é a cura para praticamente todos os males da vida. Fã de motoaventurismo, competições de moto, café, praia e de rock n roll.