images

DPVAT realiza 315 acordos na região do Vale do Aço

O primeiro mutirão do DPVAT da comarca do Vale do Aço, incluindo as cidades de Ipatinga, Coronel Fabriciano e Timóteo, em Minas Gerais, realizou 1.424 audiências entre os dias 16 e 20 de maio. Dos 557 processos aptos para a composição, 315 obtiveram acordo, o que representa um índice de 57% de conciliações.

De acordo com a 3ª vice-presidente e superintendente de Projetos Inovadores do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), desembargadora Márcia Milanez, mais importante que a própria quantidade de conciliações é a mudança de paradigma ao criar um estímulo à consolidação de uma nova cultura para a resolução dos conflitos.

A desembargadora revelou que, ainda este ano, Ipatinga receberá novos mutirões. A iniciativa faz parte da política do TJMG, que realiza essas ações para não simplesmente baixar seu acervo de processos, mas em cumprir a sua missão maior, que é a de promover a paz na sociedade.

Segundo o diretor jurídico da Seguradora Líder DPVAT, empresa responsável pela administração do Seguro DPVAT no Brasil, Marcelo Davoli, a quantidade de acordos realizados não é o único fator positivo nos mutirões. “Temos a preocupação de fazermos propostas bastante satisfatórias a todas as pessoas que comparecerem às audiências e demonstram ter direito à indenização, nos termos da legislação vigente. Nossa preocupação é pagar rapidamente as indenizações às pessoas que tenham direito.”

Serviço:
O DPVAT é um seguro de caráter social que indeniza vítimas de acidentes de trânsito, sem apuração de culpa. Estão cobertos pelo Seguro DPVAT todos os cidadãos, em qualquer parte do território nacional, esteja ele na condição de motorista, passageiro ou pedestre. O DPVAT oferece coberturas para três naturezas de danos: morte, invalidez permanente e reembolso de despesas médicas e hospitalares (DAMS). 

Obs.: Para facilitar a discussão sobre esse assunto, criamos um tópico no fórum para os motonliners. Clique aqui para acessar o tópico.


TAG